Conor McGregor

Irlandês Conor McGregor quebrou o celular de um fã e foi preso em Miami, nos Estados Unidos (Foto: Reuters)

TATAME
10/04/2019
16:30
Rio de Janeiro (RJ)

Conor McGregor, ex-campeão do Ultimate, recebeu uma boa notícia nesta semana. Ahmed Abdirzak, que teve o celular quebrado pelo lutador, retirou o processo contra o irlandês e a ação foi arquivada, como informou os sites da ESPN americana e do TMZ.

Segundo as publicações, Abdirzak e McGregor chegaram a um acordo financeiro. Uma das exigências por parte do irlandês seria a retirada da queixa junto ao Tribunal de Miami.

Caso fosse condenado, McGregor poderia ser preso e teria problema para entrar nos Estados Unidos futuramente - país em que realiza a maioria das suas lutas. Essa não é a primeira vez que o ex-campeão do UFC tem que enfrentar a Justiça norte-americana. Em abril de 2018, Conor foi preso após atacar um ônibus no UFC 223, no Brooklyn (EUA). "Notorious" precisou indenizar a companhia de ônibus e cumprir serviço comunitário.