(Foto: Getty Images)

Jon Jones não entra em ação pelo UFC desde julho do ano passado, quando enfrentou Cormier (Foto: Getty Images)

TATAME
20/09/2018
11:30
Rio de Janeiro (RJ)

O mundo do MMA recebeu, na última quarta-feira (19), uma importante notícia. Ex-campeão meio-pesado do UFC, Jon Jones, que está sem lutar há mais de um ano, recebeu uma punição de 15 meses aplicada pela USADA (Agência Antidoping dos EUA), por ser flagrado em um exame antidoping depois de sua vitória contra Daniel Cormier, em julho de 2017. A suspensão é retroativa à data em que foi colhida a substância proibida na amostra do exame em que o lutador foi submetido. Desta forma, "Bones" estaria liberado para voltar a lutar a partir do dia 28 de outubro.

Com 31 anos e um cartel de 22 vitórias, uma derrota e um "No Contest", Jones já vem sendo cogitado para entrar em ação no card do UFC 230, marcado para acontecer no dia 3 de novembro, em Nova York (EUA), cidade natal do americano. No entanto, ainda não há uma confirmação oficial por parte da organização a respeito da presença do lutador no evento, que ainda não tem uma luta principal definida.

Com um histórico de problemas em sua vida pessoal nos últimos anos, Jones foi flagrado pela primeira vez no exame antidoping por uso de cocaína. No ano seguinte, precisou sair do histórico card do UFC 200, faltando poucos dias para a realização do evento, ao ser novamente pego em um teste, desta vez com as substâncias clomifeno e letrozole, ambos bloqueadores de estrogênio. Já em 2017, "Bones" derrotou seu grande rival Daniel Cormier no UFC 214 por nocaute no terceiro round, todavia, teve seu triunfo revertido para "No Contest" após, mais uma vez, ser flagrado pela USADA.

Logo após receber a notícia, Jon Jones se pronunciou através de suas redes sociais e, além de demonstrar gratidão aos que estiveram ao seu lado em mais um período turbulento de sua carreira, afirmou que a "temporada da volta por cima começa agora".

- É difícil eu conseguir me expressar nesse momento, mas posso, definitivamente, dizer que o meu coração está cheio de gratidão e agradecimentos. Quero agradecer a todos que estiveram ao meu lado no período mais difícil da minha vida. Significou bastante para mim, hoje e sempre. Mas agora é hora de mudar o foco para a estrada à frente. Grandeza é o que eu persigo e o caminho para reclamar o meu trono está oficialmente aberto. A temporada da volta por cima começa agora - disse o lutador. 

Quer ficar por dentro do mundo da luta? Clique e acesse o site da TATAME!