Floyd Mayweather

Apesar da coletiva, duelo entre Floyd e Nasukawa não deve se tornar realidade (Foto: Divulgação Rizin FF)

TATAME
07/11/2018
18:12
Rio de Janeiro (RJ)

Sempre polêmico, Floyd Mayweather segue surpreendendo o mundo das lutas. Na última segunda-feira (5), em coletiva do Rizin Fighting Federation com a presença dos dois lutadores, a organização anunciou que “Money” enfrentaria a sensação japonesa Tenshin Nasukawa no card de Ano Novo, marcado para o dia 31 de dezembro, em Tóquio, Japão.

Na ocasião, Nobuyuki Sakakibara, presidente do Rizin, comentou que as regras do duelo ainda seriam negociadas, podendo ser de MMA, Kickboxing, Boxe ou em regras especiais, mas citando que se trataria de um luta oficial.


Apenas três dias depois, porém, o boxeador utilizou suas redes sociais para desmentir as informações passadas na coletiva de imprensa. Através do Instagram, Floyd afirmou que nunca topou um combate contra Nasukawa e que, segundo ele, seu combinado com a organização japonesa era apenas em realizar uma luta de exibição para poucas pessoas. O americano, entretanto, não confirmou se seguirá adiante ou vai abandonar o evento.

Confira a declaração abaixo:

“Agora que estou de volta aos Estados Unidos depois de uma longa e decepcionante viagem a Tóquio, tenho tempo para falar com vocês, meus fãs e a mídia, sobre o evento do próximo dia 31 de dezembro que foi anunciado recentemente. Eu, Floyd Mayweather, nunca aceitei uma luta oficial com Tenshin Nasukawa. Na verdade (com todo o respeito), nunca ouvi falar dele até esta recente viagem ao Japão. Por fim, fui convidado a participar de uma luta de exibição de 9 minutos – três rounds – com um adversário a ser selecionado pelo Rizin Fighting Federation. O que eu fui originalmente informado por Brent Johnson da ‘ONE Entertainment’ foi que esta era para ser uma luta de exibição para um pequeno grupo de espectadores ricos por uma taxa muito grande. Esta exibição foi previamente organizada como uma ‘Luta Especial’ apenas para fins de entretenimento, sem a intenção de ser representada em um card oficial de lutas nem televisionada em todo o mundo.

Uma vez que cheguei à coletiva de imprensa, minha equipe e eu fomos completamente tirados do rumo pela nova direção que esse evento estava tomando e deveríamos ter colocado um fim a isso imediatamente. Desejo sinceras desculpas aos meus fãs pelas informações enganosas que foram anunciadas durante esta coletiva e posso assegurar-lhes que eu também fiquei completamente surpreendido pelas providências que estavam sendo tomadas sem meu consentimento ou aprovação. Para o bem dos vários fãs e torcedores que vieram de todas as partes do mundo para participar desta última coletiva, eu hesitei em criar uma grande perturbação, combatendo o que estava sendo dito e, por isso, eu realmente sinto muito. Eu sou um boxeador aposentado que ganha uma quantia sem precedentes de dinheiro, globalmente, por aparições, palestras e pequenas exibições”.