Encontro aconteceu no UFC 232, em dezembro, quando a "Leoa" nocauteou Cyborg no round inicial (Foto: Getty Images)

Encontro aconteceu no UFC 232 quando Amanda Nunes nocauteou Cris Cyborg no round inicial (Foto: Getty Images)

TATAME
11/06/2019
14:40
Rio de Janeiro (RJ)

A revanche imediata entre Amanda Nunes e Cris Cyborg não aconteceu como os fãs desejavam. Segundo Dana White falou em coletiva de imprensa após o UFC 238, no último sábado (8), o intuito do Ultimate era casar a luta, mas a ex-campeã não quis. Dana ainda explicou a situação da campeã dupla “Leoa”, que vai defender o título peso-galo no UFC 239, dia 6 de julho: “Amanda queria lutar no (peso galo) de novo, defender o cinturão, enfrentar Holly, e depois fazer a revanche (no peso pena) contra Cyborg”, disse.

Em resposta, Cyborg participou do programa “Ariel Helwani’s MMA Show” na noite de segunda-feira (10) e esclareceu o que estava sendo dito por Dana. A ex-campeã garantiu que pediu a revanche imediata e que o dirigente quer “sujar a sua imagem”.

- Ele sabe que eu mandei mensagem para ele no dia seguinte à luta, depois da coletiva, eu disse, quero a revanche. Ele está tentando manchar minha imagem, dizendo que Cris está com medo e não quer lutar. Ele é aquele tipo de cara que disse que eu pareço o Wanderlei Silva de saia, que riu quando o Joe Rogan disse que tenho um pênis, é esse tipo de cara. Ele vai para a rede social dizer que estou com medo para manchar minha imagem. As pessoas me seguem, sabem quem sou. Não tenho medo de ninguém. As pessoas sabem que eu queria a revanche, sabem que não aconteceu porque ele disse não - disparou.

Além disso, Cris afirmou que vem tendo problemas com o UFC, que se nega a pagar a viagem de sua equipe da África do Sul até o Canadá, onde lutará com Felicia Spencer no UFC 240. Por sinal, este combate da curitibana será o último em seu contrato com a organização, e a peso-pena disse que vai testar o mercado antes de tomar uma atitude.

- Ouço muito do UFC que ‘Cris não tem valor’, ‘as pessoas no Brasil não querem saber de você’. Depois dessa luta, tenho que esperar um pouco e quero encontrar outros promotores. Eu quero ver quanto valor eu tenho. Acho que é legal ver isso antes de poder fechar qualquer coisa. Quero ver outros promotores dizerem isso. Sim (quero testar o mercado), por que não? - encerrou Cris, um dos grandes nomes do MMA feminino.

Cyborg e Amanda se enfrentaram no UFC 232, em dezembro, nos EUA. Com uma atuação impressionante, a “Leoa” nocauteou a compatriota e conquistou o seu segundo cinturão dentro do UFC. A baiana já era campeã peso-galo e passou a deter o título dos penas.