(Foto: Reprodução)

Ricardo Carcacinha chegou a fazer sessões de sparring com o ex-campeão Cody Garbrandt (Foto: Reprodução)

TATAME
03/08/2018
14:26
Los Angeles (EUA)

Com apenas 23 anos, Ricardo Carcacinha foi contratado pelo Ultimate em 2017 e deu conta do recado, vencendo suas duas primeiras lutas, a última contra Aiemann Zahabi, em novembro do ano passado, com um belo nocaute. Neste sábado (3), o paulista de Campinas vai para o seu terceiro desafio, desta vez pelo UFC 227, contra o coreano Kyung Ho Kang, prometendo manter o embalo que, em breve, pode levá-lo entre os destaques da categoria peso-galo, que curiosamente terá sua disputa de cinturão também neste sábado, com a revanche entre o campeão TJ Dillashaw e o desafiante Cody Garbrandt.

Apesar do começo animador dentro da maior organização de MMA do mundo, Ricardo ressalta que ainda não mostrou o seu devido valor dentro do Ultimate. Para isso, vem buscando uma constante evolução e, para isso, mais uma vez realizou uma parte de seu camp na Team Alpha Male, que conta com grandes nomes do MMA. Em entrevista exclusiva à TATAME, o brasileiro falou do período passado na academia e os treinamentos com atletas que são estrelas do UFC.

- Eu peguei um período muito bom, onde Chad Mendes e Cody Garbrandt também estavam se preparando para suas lutas, sem contar na presença do Urijah Faber e de outros caras muito bons que sempre estão lá. Foi chumbo trocado todo dia, muita porrada, e o mais importante de tudo, um aprendizado enorme para mim - disse o peso-galo.

Confira a entrevista completa com Ricardo Carcacinha:

- Preparação para a luta na renomada Team Alpha Male


Então, como venho fazendo ultimamente, iniciei o camp na minha cidade e depois fui para os Estados Unidos, onde pela terceira vez, me preparei na Team Alpha Male e foi tudo incrível. Contei com ótimos profissionais ao meu lado e também pude aprimorar todo o meu jogo através dos treinamentos. Eles contam com uma parte de Wrestling muito forte, então isso foi importantíssimo para a minha evolução, porque é aqui que realmente podemos aprimorar o Wrestling. Foi um período muito bom e me fez ficar ainda mais confiante para a luta do próximo sábado.

- Estrutura e nomes de peso na Team Alpha Male

É claro que existem diferenças do local que eu treino no Brasil para a Team Alpha Male. Primeiro em relação à estrutura, porque a Alpha Male é uma equipe renomada, com equipamentos de primeira qualidade e um material humano excelente, são diversos lutadores do UFC treinando lá. Eu peguei um período muito bom, onde Chad Mendes e Cody Garbrandt também estavam se preparando para suas lutas, sem contar na presença do Urijah Faber e de outros caras muito bons que sempre estão lá. Foi chumbo trocado todo dia, muita porrada, e o mais importante de tudo, um aprendizado enorme para mim. Me sinto ótimo.

- Balanço sobre o início no Ultimate

É muito importante começar com duas vitórias, sendo a última delas por nocaute, mas eu ainda não pude mostrar todo o meu potencial dentro do UFC. Posso mostrar muito mais, tanto na luta em pé quanto no chão. Acredito que com uma boa sequência, vou atingir o meu ideal em breve. Não me importo muito em me mostrar para os chefões do UFC, mas sim para os fãs, são eles que fazem o show, são eles que fazem parte de tudo isso. É para eles que eu luto.

- Análise do adversário

Eu estudei muito sobre ele, vi diversas lutas, e percebi que ele oferece algumas brechas na luta em pé e também no chão. É um cara que finaliza mais, vem de vitórias no UFC e passou por um bom tempo parado, voltou a lutar esse ano. Mas estou muito confiante no meu jogo e vejo que posso vencer ele de qualquer maneira, finalizando ou nocauteando.

- Projeção sobre os próximos passos no UFC

Então, como eu já disse algumas vezes, caso eu vença no sábado, e o meu foco está totalmente nisso, o planejamento é enfrentar o Sean O'Malley, acredito que vai ser uma luta importante para mim, visando minha evolução na categoria. Depois dessa luta de sábado, planejo lutar novamente em novembro. Sei que tem cards marcados na Argentina e em Nova York (EUA), então espero estar em um dos dois (risos).

CARD COMPLETO:

UFC 227
Los Angeles, na Califórnia (EUA)
Sábado, 4 de agosto de 2018

Card principal

TJ Dillashaw x Cody Garbrandt
Demetrious Johnson x Henry Cejudo
Cub Swanson x Renato Moicano
Polyana Viana x JJ Aldrich
Thiago Marreta x Kevin Holland

Card preliminar
Pedro Munhoz x Brett Johns
Ricky Simon x Montel Jackson
Matt Sayles x Sheymon Moraes
Alex Perez x José Torres
Ricardo Carcacinha x Kyung Ho Kang
Danielle Taylor x Weili Zhang
Marlon Vera x Wuliji Buren

Quer ficar por dentro do mundo da luta? Clique e acesse o site da TATAME!