(Foto: Getty Images)

Francis Ngannou nocauteou Velásquez em 26 segundos e emplacou segunda vitória seguida (Foto: Getty Images)

TATAME
19/02/2019
11:25
Rio de Janeiro (RJ)

Francis Ngannou conquistou mais uma importante vitória para a sequência da sua carreira no UFC. No último domingo (17), na luta principal do UFC Phoenix, o camaronês precisou de apenas 26 segundos para nocautear o ex-campeão Cain Velásquez. Em sua luta anterior, Ngannou já havia nocauteado Curtis Blaydes em 45 segundos.

Com duas vitórias obtidas de maneira rápida, o lutador ganha combustível em busca de uma nova disputa de cinturão na categoria peso-pesado. Em entrevista coletiva após o evento, Francis celebrou mais um bom resultado e ressaltou o objetivo de disputar o título em sua próxima luta.

- Eu me sinto muito feliz. Eu cheguei aqui para me divertir e para aproveitar a luta e agora estou vivendo um sonho. Mal posso esperar para o que vem depois. Acho que eu mereço a chance ao título. Depois dessa vitória eu mereço disputar o cinturão. Eu acabei de vencer o companheiro dele (Cormier) de treinos, então acho que mereço ficar frente a frente com ele - disse Ngannou, que ainda rebateu as afirmações de que a causa da derrota de Velásquez teria sido uma nova lesão no joelho durante a luta.

- Ele torceu o joelho depois que eu o acertei. É por isso que ele se machucou, depois que eu o acertei. Quando ele caiu, eu sabia que o tinha machucado, porque do jeito que ele caiu foi esquisito. E o árbitro parou a luta. O uppercut foi o que pegou. Na luta não deu para ver direito, mas quando eu vi o replay, deu pra ver que o uppercut o acerta e ele vira. Isso o fez machucar o joelho. Cain é um bom wrestler, mas eu já venci muitos wrestlers. Eles sempre tentam me levar para o chão - concluiu.

Quer ficar por dentro do mundo da luta? Clique e acesse o site da TATAME!