Cyborg levou salário polpudo

Cris Cyborg é atual campeã dos penas e lutou pela última vez em março, no UFC 222 (Foto: Getty Images/UFC)

TATAME
12/08/2018
09:43
Rio de Janeiro (RJ)

Por Yago Rédua

No fim deste ano, um confronto promete movimentar o MMA mundial e, principalmente, o Brasil. Cris Cyborg, campeã dos penas do Ultimate, e Amanda Nunes, dona do cinturão na divisão dos galos, estão a beira de oficializar uma superluta que tem tudo para ser histórica. Em entrevista coletiva na Upper Arena, José Aldo, ex-campeão do UFC, disse que espera um grande combate e apostou na curitibana como favorita para a disputa.

- É difícil a gente ver duas brasileiras. Eu conheço as duas, mas acho que a Cris Cyborg está muito na frente ainda. Eu conheço a Amanda, ela tem um bom Boxe e tudo, mas não vejo ninguém batendo a Cyborg. Ela é minha amiga, estou na torcida por ela. Qualquer uma que for lutar com ela, pode ter certeza que vai ser esmagada. Se fosse para lutar com homem, ela daria muito trabalho para qualquer lutador do peso-pena no UFC - projetou.

As duas lutadoras estão trocando farpas via redes sociais há semanas. Amanda, inclusive, postou uma foto do início do camp para a luta e outra com a assinatura do contrato. O UFC, entretanto, ainda não oficializou o duelo. O maior empecilho, por enquanto, é em relação a data do confronto. A "Leoa" quer lutar em dezembro, enquanto Cyborg deseja subir ao octógono antes.

Quer ficar por dentro do mundo da luta? Clique e acesse o site da TATAME!