Luiza Sá
21/09/2018
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

A vitória do Fluminense por 2 a 0 contra o Deportivo Cuenca (EQU) ensinou algumas lições valiosas para o time de Marcelo Oliveira e para o próprio treinador. A mais importante delas vem de uma das posições mais problemáticas nos últimos jogos: o ataque. Com Luciano em sua posição de origem, a dupla com Everaldo voltou a funcionar e os dois foram os grandes nomes do ótimo resultado fora de casa.

Como já era esperado por conta da altitude, o Flu começou sofrendo com a velocidade maior da bola e adotou uma postura mais cautelosa para não ter surpresas já no início. Na frente, Sornoza e Luciano davam o primeiro combate, enquanto Everaldo, Richard e Jadson ocupavam a intermediária nos momentos em que o time estava sem a bola. Adotando o esquema de três zagueiros tão utilizado por Abel, o Tricolor se defendeu no 5-3-2 e atacou em um 3-4-3.

Apesar da cautela no ataque, o Fluminense marcou na primeira bola que colocou na frente e Everaldo teve seu esforço dos últimos jogos recompensado com seu primeiro gol com a camisa tricolor. Foi uma atuação consistente, apesar de alguns passes errados, que desestabilizou o Cuenca com boa marcação, acelerando em momentos certos. Everaldo, Luciano e Sornoza foram os destaques. Léo também foi bem.

O Flu voltou muito assustado no segundo tempo e só continuou vencendo graças a um erro do assistente, que deu impedimento inexistente em gol contra de Gum. A partir dos 20 minutos, o time de Marcelo Oliveira continuou sofrendo pressão e sem ficar com a bola no pé, mas respirou mais um pouco. Com belo lance de Ayrton Lucas, Luciano também deixou o seu para sacramentar a importante vitória e o fim, pelo menos por agora, dos fantasmas no estádio da LDU (EQU). O camisa 29 (18 no Brasileirão) ainda ganhou o prêmio de melhor em campo.

Os números

No total, o Fluminense terminou com 38% da posse de bola, com nove finalizações e 205 passes certos. Quem mais desarmou foram Jadson e Ayrton Lucas, com três cada. O lateral, inclusive, foi também o que mais acertou passes, com 36. Everaldo foi o líder em chutes certos a gol, com dois.

Everaldo apoiou muito pelo lado esquerdo, ficando mais naquele setor não só no ataque, mas também na defesa. Já Luciano se movimentou por todo campo, mas ficou mais tempo na entrada da área adversária.

Mapa de calor - Deportivo Cuenca x Fluminense
Mapa de calor do Fluminense na partida (Foto: Reprodução)

Como começou

Júlio César; Gum, Digão, Ibañez; Léo, Jadson, Sornoza, Richard, Ayrton Lucas; Everaldo e Luciano.

Como terminou

Júlio César; Gum, Digão, Ibañez; Léo, Jadson, Caio, Richard, Ayrton Lucas; Marcos Junior, Luciano e Matheus Alessandro.