LANCE!
03/05/2018
00:33
São Paulo (SP)

O técnico Fábio Carille disse que faltou concentração ao Corinthians na derrota de 2 a 1 para o Independiente (ARG) na noite desta quarta-feira na Arena em Itaquera. Após o embate, o comandante lamentou que seu time tenha entrado "sonolento" na partida e admitiu que o revés poderia ter sido maior.

- Independentemente da competição, não podemos entrar sonolentos como entramos hoje. Equipe melhor que a gente, poderiam ter feito até o terceiro, quarto, pela superioridade. Estamos liderando, agora vamos buscar resultado fora para garantir a classificação em casa - analisou Carille. 


O técnico do Corinthians também foi questionado sobre a situação do atacante Pedrinho, que voltou a entrar bem no jogo. Ele foi perguntado o que falta para o jovem de 20 anos ter uma chance como titular este ano, já que ainda não iniciou nenhuma partida.

- O que está faltando... Eu sei que ele ainda não suporta 90 minutos. Aí vem a dúvida: começo com ele ou termino com ele? Essa é a questão, sei que ele não suporta. Essa é a dúvida, discutimos sempre. Mas está indo bem, conseguindo seu espaço, estamos muito satisfeitos com ele - justificou Carille. ]

Foi a primeira derrota do Corinthians na Libertadores deste ano. A equipe ainda lidera o grupo 7 com sete pontos, uma mais do que Independiente e Deportivo Lara (VEN), próximo adversário. Confira abaixo outros trechos da entrevista do treinador:

O que faltou para o time vencer?
A nossa marca é a concentração, e pagamos por isso nesse jogo. Adversário muito concentrado e tínhamos de ter igualado na concentração. Porque o jogo flui. Eles tinham chance de fazer o terceiro, quarto, perto da área. Temos de consertar isso.

Como fará com as baixas na equipe?
A vida de técnico é feita de desafios. É certo que para domingo vou fazer muitas mudanças. Quais ainda não sei, mas vou dar uma rodada no grupo. Time cansado, então teremos mudanças. A nossa vida é feita de desafios, agora sem quatro jogadores titulares. Temos de discutir as melhores escolhas para suprir isso nos próximos jogos.

Quais lições tira dessa partida?
Todo jogo a gente tira lição. Hoje a lição foi de que tínhamos de estar mais concentrados. Mas não é só em cima do jogo de hoje que a gente tira lições.

Catimba do adversário
As equipes da Argentina sempre fazem isso. Ainda mais quando o árbitro deixa fazer. Taticamente, tudo que foi programado aconteceu. Não teve nenhuma surpresa. Era esperado. Sabia que eles fizeram 14 jogos fora no argentino, com apenas uma derrota, eles sabem jogar fora. Preparamos para isso, mas o problema foi nossa concentração. Poderíamos ter tido início melhor.