Cristiano Ronaldo - falta

PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP

Pool da Copa
28/06/2018
11:47
El Observador (URU)

Uruguai enfrentará Portugal nas oitavas de final da Copa da Rússia, e uma das grandes questões é como controlar Cristiano Ronaldo, a estrela da equipe portuguesa e do Real Madrid, que é um dos maiores artilheiros do atual Mundial. El Observador consultou três jovens treinadores da mídia local que deram sua opinião sobre o assunto, coincidindo em destacar algumas virtudes que tornam CR7 único.

Marcelo Méndez, técnico do Progreso, uma das revelações do atual campeonato uruguaio, disse que é preciso ter muita concentração para marcar o craque português. "É muito difícil, porque ele é um daqueles jogadores imprevisíveis, assim como Messi, todo mundo sabe que se eles se voltarem para a ponta, arrancam na diagonal, mas por causa da velocidade deles, eles podem mudar o momento", disse.

"Messi na Copa América foi marcado por dois. Naquele dia, Arévalo Ríos brilhou e tudo correu bem, mas ao menor descuido, você paga por isso", afirmou. "E Ronaldo é o mesmo, você tem que ser muito cuidadoso, porque ele pode definir o jogo em uma bola parada, um chute de longe ou um mano a mano."

A opção de fazer uma marcação pessoal pode ser eficaz? "Eu não acho, acho que o Uruguai nunca fez isso e eu não acho que é feito nesta situação", disse Méndez. "Mas se dobrar a marcação, e CR7 jogar pelos lados, a linha de cinco terá que pressioná-lo no meio do campo. E se ele joga no meio, o trabalho será para os defensores", disse.

"Você tem que marcar de todas as formas", é a primeira coisa que Pablo Tiscornia, técnico do River Plate, diz sobre Ronaldo. "Ele é um desses jogadores diferentes, daqueles Classe A que podem fazer a diferença pelo seu jogo e fisicamente. Se não estiver bem em todos os aspectos, ele acaba marcando. Não é por acaso a quantidade de gols que ele fez neste Mundial".

O treinador destaca: "Não pode dar espaço para ele, muito menos perto do gol. Um descuido e está fora da Copa. O mais difícil no futebol é o gol e Ronaldo é um jogador que tem uma grande facilidade para marcar, por isso é tão importante."

Tiscornia também lembrou que os defensores celestes o conhecem bem. "O Uruguai tem dois defensores, Godín e Giménez, que estão em um nível físico e mental muito bom, que o conhecem e o marcaram bem várias vezes. Estão à altura".

Paulo Pezzolano, treinador do Liverpool, reconheceu que não é uma tarefa fácil pensar em uma estratégia para marcar Cristiano, mas ele pensou nas opções do Uruguai.

"Eu colocaria mano a mano com Lucas Torreria, acho que seria interessante, fazer uma marcação pessoal e escalar um 4-3-2, com Torreira livre para segui-lo", disse ele.

"Deixe-o ficar com Cristiano muito perto e  tocá-lo o mínimo possível, temos que tentar não deixá-lo com espaços, e estar o mais perto possível dele", acrescentou. "E o Torreira no um contra um, acho que é uma boa opção, para mim ele terá sucesso."

Sobre o jogo aéreo de CR7, Pezzolano não se importa muito porque acredita que a Celeste "é uma das melhores seleções nesse aspecto".

"Ele é o jogador de Portugal, os outros são bons, mas ele é a figura", acrescentou Pezzolano, que acredita que, como um time, o Uruguai é melhor. Que assim seja no sábado.

* O Pool da Copa é a união de grandes veículos de comunicação do mundo para um esforço de troca de informações. O objetivo é manter seus leitores por dentro do que acontece com as seleções de outros países, porém, com uma visão local.

Montagem Lance!/El Observador
Lance! e El Observador são parceiros no Pool da Copa