Ivan - Chapecoense

Foto: Sirli Freitas/Chapecoense/Divulgação

Futebol Latino
15/03/2019
15:50
Chapecó (SC)

Em um intervalo de dois dias, o goleiro Ivan passou de goleiro reserva da Chapecoense a acusado de agredir a ex-namorada e roubar celulares na cidade de Espinosa (MG) e, nesse momento, ex-atleta do time de Chapecó. Nessa sexta-feira (15), o clube emitiu um comunicado oficial bastante sucinto falando pela opção de rescindir o vínculo com o atleta de 34 anos:

- A Associação Chapecoense de Futebol comunica, oficialmente, o desligamento do goleiro Ivan dos quadros do Clube.​​​​​​

Revelado pelo Catanduvense (SP) e com passagem por equipes como Operário (PR), Paysandu e Goiás, Ivan chegou ao Verdão do Oeste em 2018 e teve apenas uma oportunidade de entrar em campo no clássico contra o Avaí pelo Catarinense em 1° de abril. Na oportunidade, o jogo na Ressacada terminou em 2 a 2.

Em 2019, o atleta vinha ganhando maior espaço nas considerações de Claudinei Oliveira e, em 14 compromissos já disputados pelo Verdão do Oeste até então na temporada, Ivan foi titular em cinco deles.