icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/08/2015
16:36

O Brasil colocou mais três duplas na fase de grupos do Grand Slam de Long Beach, nos Estados Unidos, o quarto do Circuito Mundial 2015. Álvaro Filho/Vitor Felipe (PB), Guto/Saymon (RJ/MS) e Maria Clara/Carol (RJ) passaram pelo qualificatório na noite da última terça-feira (18.09) e se juntam a outras sete duplas que já estavam garantidas na etapa principal do torneio. As partidas seguem nesta quarta-feira (19.08), já com partidas das chaves.

Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), Pedro Solberg/Evandro (RJ) e Ricardo/Emanuel (BA/PR) já estavam classificados no naipe masculino. Entre as mulheres, Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ), Juliana/Maria Elisa, Larissa/Talita (PA/AL) e Lili Carolina Horta (ES/CE) já estavam na fase de grupos da competição feminina.

Em busca da vaga, Álvaro Filho e Vitor Felipe (PB), medalhistas de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, superaram dois times no torneio. Primeiro, vitória por 2 sets a 0 (21/8, 21/13) sobre os tchecos Hromadko/Salava, em 33 minutos de jogo. Em seguida, triunfo por 2 sets a 0 (26/24, 21/19) sobre os norte-americanos Crabb/Allen.

- A estreia é sempre nervosa, mas conseguimos impor nosso ritmo e deu tudo certo do qualifying. Agora estamos na chave principal e vamos lutar por nossos objetivos no torneio - disse Vitor Felipe, que também ajudou o Brasil a conquistar o título do Circuito Sul-Americano na última semana, com um bronze na etapa da Venezuela.

Os paraibanos estão no grupo E, ao lado dos alemães Böckermann/Flüggen, dos mexicanos Virgen/Ontiveros e dos holandeses Brouwer/Meeuwsen.

Campeões da primeira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, Guto e Saymon (RJ/MS) mantiveram o bom momento e também avançaram. Vitória por 2 sets a 1 (18/21, 21/18, 13/15), em 47 minutos, sobre os suíços Kovatsch/Kissling. Na segunda rodada, superaram os alemães Fuchs/Windscheif por 2 sets a 0 (21/18, 21/16), em 38 minutos. Eles estão no grupo A e enfrentam os canadenses Binstock/Schachter, os russos Semenov/Krasilnikov e os norte-americanos Gibb/Patterson.

Os campeões mundiais Alison e Bruno (ES/DF) estão no grupo B e jogam contra os chilenos Marco e Esteban Grimalt, os italianos Vanni/Tomatis e os norte-americanos Hyden/Bourne. Já Pedro/Evandro (RJ) encara no grupo D os letões Plavins/Regza e dois times poloneses: Fijalek/Prudel e Kadziola/Szalankiewicz. Por fim, Ricardo e Emanuel jogam contra os australianos Kapa/McHugh, os espanhóis Herrera/Gavira e os norte-americanos Mayer/Doherty pelo grupo G.

Feminino com mais uma vaga
Entre as mulheres, Maria Clara e Carolina (RJ) despacharam as donas da casa Kelley Larsen e Betsi Metter por 2 sets a 0 (21/17 e 21/13), em 34 minutos, na primeira rodada da fase classificatória, mas foram derrotadas no segundo jogo por Tatyana Mashkova e Irina Tsimbalova, do Cazaquistão, por 2 sets a 1 (16/21, 21/12 e 11/15). Mesmo assim, conquistaram uma vaga por desistências (lucky loser). Elas estão no grupo G, ao lado das australianas Bawden/Clancy, das suíças Goricanec/Hüberli e das norte-americanas Fopma/Hochevar.

Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), atuais campeãs mundiais, estão no grupo A e jogam contra as polonesas Kolosinska/Brzostek, as russas Barsuk/Prokopeva e as norte-americanas Kessy/Day. No grupo B, Larissa e Talita (PA/AL) enfrentam as canadenses Valjas/Broder, as alemãs Laboureur/Sude e as norte-americanas Branagh/Kropp.

No grupo C, Juliana e Maria Elisa (CE/PE) terão pela frente as alemãs Holtwick/Semmler, as eslovacas Dubovcova/Nestarcova e as norte-americanas Dicello/Vanzwieten. Para finalizar, no grupo H, Lili e Carolina Horta (ES/CE) jogam contra as alemãs Bieneck/Großner, as italianas Menegatti/Orsi Toth e as norte-americanas Ross/Walsh.

As vice-campeãs mundiais Taiana e Fernanda Berti (CE/RJ) também buscaram a vaga, mas foram superadas pelas russas Anastacia Barsuk e Maria Prokopeva por 2 sets a 0 (21/18 e 22/20), em 40 minutos, e deram adeus ao torneio. Mesma situação de Márcio Araújo e Luciano, derrotados no qualifying pelos alemães Markus Böckermann e Lars Flüggen por 2 sets a 0 (21/12 e 21/19), em 38 minutos.

O Brasil colocou mais três duplas na fase de grupos do Grand Slam de Long Beach, nos Estados Unidos, o quarto do Circuito Mundial 2015. Álvaro Filho/Vitor Felipe (PB), Guto/Saymon (RJ/MS) e Maria Clara/Carol (RJ) passaram pelo qualificatório na noite da última terça-feira (18.09) e se juntam a outras sete duplas que já estavam garantidas na etapa principal do torneio. As partidas seguem nesta quarta-feira (19.08), já com partidas das chaves.

Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), Pedro Solberg/Evandro (RJ) e Ricardo/Emanuel (BA/PR) já estavam classificados no naipe masculino. Entre as mulheres, Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ), Juliana/Maria Elisa, Larissa/Talita (PA/AL) e Lili Carolina Horta (ES/CE) já estavam na fase de grupos da competição feminina.

Em busca da vaga, Álvaro Filho e Vitor Felipe (PB), medalhistas de prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, superaram dois times no torneio. Primeiro, vitória por 2 sets a 0 (21/8, 21/13) sobre os tchecos Hromadko/Salava, em 33 minutos de jogo. Em seguida, triunfo por 2 sets a 0 (26/24, 21/19) sobre os norte-americanos Crabb/Allen.

- A estreia é sempre nervosa, mas conseguimos impor nosso ritmo e deu tudo certo do qualifying. Agora estamos na chave principal e vamos lutar por nossos objetivos no torneio - disse Vitor Felipe, que também ajudou o Brasil a conquistar o título do Circuito Sul-Americano na última semana, com um bronze na etapa da Venezuela.

Os paraibanos estão no grupo E, ao lado dos alemães Böckermann/Flüggen, dos mexicanos Virgen/Ontiveros e dos holandeses Brouwer/Meeuwsen.

Campeões da primeira etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, Guto e Saymon (RJ/MS) mantiveram o bom momento e também avançaram. Vitória por 2 sets a 1 (18/21, 21/18, 13/15), em 47 minutos, sobre os suíços Kovatsch/Kissling. Na segunda rodada, superaram os alemães Fuchs/Windscheif por 2 sets a 0 (21/18, 21/16), em 38 minutos. Eles estão no grupo A e enfrentam os canadenses Binstock/Schachter, os russos Semenov/Krasilnikov e os norte-americanos Gibb/Patterson.

Os campeões mundiais Alison e Bruno (ES/DF) estão no grupo B e jogam contra os chilenos Marco e Esteban Grimalt, os italianos Vanni/Tomatis e os norte-americanos Hyden/Bourne. Já Pedro/Evandro (RJ) encara no grupo D os letões Plavins/Regza e dois times poloneses: Fijalek/Prudel e Kadziola/Szalankiewicz. Por fim, Ricardo e Emanuel jogam contra os australianos Kapa/McHugh, os espanhóis Herrera/Gavira e os norte-americanos Mayer/Doherty pelo grupo G.

Feminino com mais uma vaga
Entre as mulheres, Maria Clara e Carolina (RJ) despacharam as donas da casa Kelley Larsen e Betsi Metter por 2 sets a 0 (21/17 e 21/13), em 34 minutos, na primeira rodada da fase classificatória, mas foram derrotadas no segundo jogo por Tatyana Mashkova e Irina Tsimbalova, do Cazaquistão, por 2 sets a 1 (16/21, 21/12 e 11/15). Mesmo assim, conquistaram uma vaga por desistências (lucky loser). Elas estão no grupo G, ao lado das australianas Bawden/Clancy, das suíças Goricanec/Hüberli e das norte-americanas Fopma/Hochevar.

Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), atuais campeãs mundiais, estão no grupo A e jogam contra as polonesas Kolosinska/Brzostek, as russas Barsuk/Prokopeva e as norte-americanas Kessy/Day. No grupo B, Larissa e Talita (PA/AL) enfrentam as canadenses Valjas/Broder, as alemãs Laboureur/Sude e as norte-americanas Branagh/Kropp.

No grupo C, Juliana e Maria Elisa (CE/PE) terão pela frente as alemãs Holtwick/Semmler, as eslovacas Dubovcova/Nestarcova e as norte-americanas Dicello/Vanzwieten. Para finalizar, no grupo H, Lili e Carolina Horta (ES/CE) jogam contra as alemãs Bieneck/Großner, as italianas Menegatti/Orsi Toth e as norte-americanas Ross/Walsh.

As vice-campeãs mundiais Taiana e Fernanda Berti (CE/RJ) também buscaram a vaga, mas foram superadas pelas russas Anastacia Barsuk e Maria Prokopeva por 2 sets a 0 (21/18 e 22/20), em 40 minutos, e deram adeus ao torneio. Mesma situação de Márcio Araújo e Luciano, derrotados no qualifying pelos alemães Markus Böckermann e Lars Flüggen por 2 sets a 0 (21/12 e 21/19), em 38 minutos.