Rexona-AdeS luta pela 14ª vitória na Superliga  (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

Rexona-AdeS luta pela 14ª vitória na Superliga (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

RADAR/LANCE!
18/01/2016
14:33
Rio de Janeiro (RJ)

Atual campeão, o Rexona-AdeS (RJ) lutará pela 14ª vitória na Superliga feminina de vôlei 15/16 nesta terça-feira. A equipe carioca receberá o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 19h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). A partida será válida pela quinta rodada do returno da competição.

Na última rodada, o Rexona-AdeS quebrou a invencibilidade em casa do Rio do Sul/Equibrasil (SC) por 3 sets a 2 e chega motivado para o duelo contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano, que também será o adversário da equipe carioca na sexta-feira, pelas quartas de final da Copa Banco do Brasil.

O confronto também colocará frente a frente duas jogadoras que tem se destacado entre as melhores bloqueadoras da competição. A central Carol, da equipe carioca, tem o melhor bloqueio da Superliga 15/16, com 1,08 pontos por parcial, e a meio de rede Larissa, do time do São Caetano, aparece em terceiro lugar, com 0,90 de aproveitamento por set. A central Carol, do Rexona-AdeS, comentou sobre a expectativa para o duelo contra o São Cristóvão Saúde/São Caetano.

- Será mais um jogo que vamos precisar de bastante concentração. O São Caetano vem crescendo e precisamos colocar o nosso estudo em prática na quadra para anular qualquer possibilidade de êxito delas. Procuramos sempre evoluir e buscar a nossa consistência. Conseguir os três pontos é importante para termos a melhor classificação possível no final do segundo turno. O jogo desta terça-feira já nos prepara também para o confronto de sexta-feira pela Copa Banco do Brasil. Serão dois grandes jogos e estamos entusiasmadas com o desafio - garantiu Carol.

Pelo lado do São Cristóvão Saúde/São Caetano, o treinador Haírton Cabral espera que o time do ABC Paulista se recupere, depois da derrota para o Vôlei Nestlé na última rodada por 3 sets a 0.

- Esperamos que o grupo mostre recuperação, após o resultado negativo para o Vôlei Nestlé. Nós não jogamos uma partida ruim, mas podemos nos recuperar e melhorar alguns aspectos. Sabemos que será um jogo difícil, o Rexona-AdeS vai jogar em casa e tem feito uma grande Superliga. No entanto, temos tudo para fazer um bom jogo - assegurou Haírton Cabral.

O time carioca aparece na segunda colocação na classificação geral, com 37 pontos (13 vitórias e uma derrota), mas com um jogo a menos do que o líder Dentil/Praia Clube (MG), que tem 39 pontos. O São Cristóvão Saúde/São Caetano está na décima colocação, com 15 pontos (cinco resultados positivos e 10 negativos). Pelo primeiro turno, as cariocas venceram o time do ABC Paulista por 3 sets a 0.

Outro jogo
Também nesta terça-feira, o Pinheiros (SP) medirá forças com o Sesi-SP, às 19h30, no Henrique Villaboim, em São Paulo (SP).

QUINTA RODADA DO RETURNO

18/01 (SEGUNDA-FEIRA) - Vôlei Nestlé (SP) x Terracap/Brasília Vôlei (DF), às 19h30, no José Liberatti, em Osasco (SP)
18/01 (SEGUNDA-FEIRA) - Camponesa/Minas (MG) x Dentil/Praia Clube (MG), às 18h30, em Belo Horizonte (MG)
19/01 (TERÇA-FEIRA) - Rexona-AdeS (RJ) x São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 19h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ)
19/01 (TERÇA-FEIRA) - Pinheiros (SP) x Sesi-SP , às 19h30, no Henrique Villaboim, em São Paulo (SP)
20/01 (QUARTA-FEIRA) - Concilig/Vôlei Bauru (SP) x Rio do Sul/Equibrasil (SC), às 19h30, no Panela de Pressão, em Bauru (SP)
23/01 (SÁBADO) - Renata Valinhos/Country (SP) x São Bernardo Vôlei (SP), 14h45, no Pedro Ezequiel da Silva, em Valinhos (SP)