São Cristóvão Saúde/São Caetano

São Cristóvão Saúde/São Caetano busca reabilitação (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
16/11/2015
20:00
São Caetano do Sul (SP)

O São Cristóvão Saúde/São Caetano enfrenta, nesta terça-feira (17), às 20h, o Camponesa/Minas Tênis, pela segunda rodada da Superliga Feminina de Vôlei. O jogo acontece no Ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul, e coloca frente a frente duas equipes que ainda tentam a primeira vitória na competição. O time mineiro perdeu na estreia para o Rio do Sul/EquiBrasil, em Santa Catarina. Já a equipe paulista vem de derrota no primeiro jogo contra o Dentil/Praia Clube, em Uberlândia. Para buscar a reabilitação na estreia em casa, o técnico Hairton Cabral acredita que o São Caetano vai precisar, sobretudo, controlar suas emoções.

- O Minas é uma equipe renovada e as duas equipes vêm de derrotas e buscam a reabilitação no campeonato. Acredito que será um jogo bastante equilibrado e decidido em detalhes e será preciso ter um controle emocional muito bom. No jogo contra o Praia, apesar de não termos vencido nenhum set, nós estivemos próximos e temos corrigido as falhas para poder produzir mais para este jogo – analisa Cabral.


Pela frente estará a equipe do Camponesa/Minas Tênis, que conta com jogadoras que têm frequentado a Seleção Brasileira, como Rosamaria e Mari Paraíba. Nada que abale a confiança da central Andressa Picussa, do time do ABC Paulista, que já vislumbra onde o Sanca pode levar vantagem:

- O Minas é um time muito bom com jogadoras de seleção, mas acredito que ainda não estão bem entrosadas, o que pode ser um ponto favorável a nós - acredita Andressa.

Além de Andressa, o São Cristóvão Saúde/São Caetano terá, para o meio de rede, a recém-contratada Simone. A atleta estava no São José e vem para o lugar de Edna, que sofreu uma lesão no joelho no último jogo da semifinal do Campeonato Paulista contra o Nestlé/Osasco