icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/08/2015
08:04

Os meninos da seleção brasileira infanto-juvenil (sub-19) conquistaram a quarta vitória seguida no Mundial da categoria, que acontece na Argentina. Nesta terça-feira, o Brasil manteve a invencibilidade ao bater, sem dificuldades, Porto Rico por 3 sets a 0 (25/14, 25/14 e 25/15), em 1h12 de partida, em Corrientes (ARG).

O placar confortável foi construído principalmente em razão do excesso de erros do time caribenho que cedeu 35 pontos. O bloqueio brasileiro também colaborou, foram oito pontos neste fundamento, cinco deles marcados pelo central Gabriel Bertolini, que terminou como o maior pontuador ao marcar nove vezes.

Além de estar invicto, o Brasil, que é comandado por Percy Oncken, terminou em primeiro lugar do grupo D na fase classificatória da competição com 11 pontos, seguido pela Rússia, Alemanha e Japão. Os porto-riquenhos terminaram na quinta posição, com apenas um ponto, e estão eliminados da disputa pelo título. O Chile será o adversário dos brasileiros nas oitavas de final, nesta quarta-feira, às 17h30 (horário de Brasília).

O Mundial está dividido em quatro grupos de cinco equipes e na primeira fase todos jogam entre si, com uma rodada de folga para cada time. Os quatro melhores avançam para as oitavas de final.

O Brasil tem sete medalhas em mundiais infanto-juvenis masculinos: seis de ouro (1989, 1991, 1993, 1995, 2001 e 2003) e uma prata (2005). Na última edição, em 2013, os brasileiros terminaram na quinta colocação.

Os meninos da seleção brasileira infanto-juvenil (sub-19) conquistaram a quarta vitória seguida no Mundial da categoria, que acontece na Argentina. Nesta terça-feira, o Brasil manteve a invencibilidade ao bater, sem dificuldades, Porto Rico por 3 sets a 0 (25/14, 25/14 e 25/15), em 1h12 de partida, em Corrientes (ARG).

O placar confortável foi construído principalmente em razão do excesso de erros do time caribenho que cedeu 35 pontos. O bloqueio brasileiro também colaborou, foram oito pontos neste fundamento, cinco deles marcados pelo central Gabriel Bertolini, que terminou como o maior pontuador ao marcar nove vezes.

Além de estar invicto, o Brasil, que é comandado por Percy Oncken, terminou em primeiro lugar do grupo D na fase classificatória da competição com 11 pontos, seguido pela Rússia, Alemanha e Japão. Os porto-riquenhos terminaram na quinta posição, com apenas um ponto, e estão eliminados da disputa pelo título. O Chile será o adversário dos brasileiros nas oitavas de final, nesta quarta-feira, às 17h30 (horário de Brasília).

O Mundial está dividido em quatro grupos de cinco equipes e na primeira fase todos jogam entre si, com uma rodada de folga para cada time. Os quatro melhores avançam para as oitavas de final.

O Brasil tem sete medalhas em mundiais infanto-juvenis masculinos: seis de ouro (1989, 1991, 1993, 1995, 2001 e 2003) e uma prata (2005). Na última edição, em 2013, os brasileiros terminaram na quinta colocação.