Campeão da Superliga, Rexona-Sesc ensinará fundamentos do vôlei nesta terça

SESC RJ é o atual campeão da Superliga feminina (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX)

Carolina Alberti
09/10/2017
14:35
São Paulo (SP)

Foi dado o primeiro saque para a realização da 24ª edição da Superliga. Nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) lançou, oficialmente, o principal torneio da modalidade no país. Com 12 equipes em cada naipe, a competição apresenta mudanças.

A principal está relaciona à transmissão. Mantendo o movimento que iniciou-se no final da última edição, a CBV permitiu que todos os clubes transmitam, através do canal oficial da entidade, as partidas que não forem televisionadas. 

- Todas as partidas poderão ser transmitidas via web. Cada clube tem direito de transmitir as suas partidas dentro do canal da CBV. Isso aumenta a visibilidade da nossa competição - anunciou o diretor executivo da entidade Radamés Lattari. 

Além disso, o uso do 'video check' será utilizado a partir das semifinais. Na última edição, apenas a decisão contou com o recurso de vídeo. A final, antes em jogo único, agora passa a ser realizada em dois jogos e, em caso de empate, a decisão irá para o Golden Set, um set extra de 25 pontos que será realizado na sequência da segunda partida da decisão. 

Como nas edições passadas, a CBV será a responsável pelos gastos com alimentação, hospedagem, viagens, bolas, piso, entre outros. O primeiro jogo da competição será entre entre o estreante SESC-RJ e o vice-campeão da última edição, EMS Taubaté Funvic, neste sábado, às 14h05.

Na Superliga feminina estarão: Sesc RJ, Vôlei Nestlé (SP), Dentil/Praia Clube (MG), Camponesa/Minas (MG), Vôlei Bauru (SP), BRB/Brasília Vôlei (DF), Fluminense (RJ), Pinheiros (SP), São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), Renata Valinhos/Country (SP), Hinode Barueri (SP) e Sesi-SP. O primeiro duelo é domingo, entre Fluminense e Brasília, às 13h.

Já a masculina contará com: Sada Cruzeiro (MG), EMS Taubaté Funvic (SP), Sesi-SP, Vôlei Renata (SP), Montes Claros Vôlei (MG), Minas Tênis Clube (MG), JF Vôlei (MG), Lebes/Canoas (RS), Bento Vôlei (RS), Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), Sesc RJ e Corinthians-Guarulhos (SP).