Maria Clara volta ao Circuito Brasileiro após sete meses nos EUA

Maria Clara volta ao Circuito Brasileiro após sete meses nos EUA Divulgação/FIVB

LANCE!
13/11/2017
14:36
Itapema (SC)

A etapa de Itapema (SC), terceira da temporada do Circuito Brasileiro Open de vôlei de praia, marca o retorno de uma das principais atletas do país na atualidade. Maria Clara Salgado, vice-campeã brasileira em 2007 e 14/15, estará em ação após passar os últimos sete meses nos Estados Unidos, onde disputou a liga norte-americana da modalidade (AVP) e foi eleita novata do ano em eleição dos melhores da temporada.

A carioca atuará ao lado da norte-americana Caitlin Ledoux, de 27 anos, com quem disputou três etapas da AVP, tendo como melhor resultado um bronze. A vice-campeã do Circuito Mundial 2013 revelou o que aprendeu com o período atuando fora do Brasil e a expectativa para avançar em Itapema (SC), já que partirá do classificatório.

- Estou muito feliz em estar de volta. O que mais gosto no esporte é essa questão de montar uma equipe, compartilhar objetivos, correr atrás. Quando cheguei, levei um período até encontrar uma parceira, afinal muitos times estavam montados. Atuei com atletas mais jovens, com menos experiência, e conseguimos avançar nos classificatórios. Então tive um aprendizado bacana. Cada atleta me ensinou um pouco, além de ter um olhar diferente para os treinamentos, serem autossuficientes. Isso foi bacana - disse Maria, que completou:

- A Caitlin Ledoux é uma garota que evoluiu muito, e praticamente não tivemos tempo para treinar nos três torneios, foram quase em sequência. E acredito que temos muita margem de evolução, possibilidade de aprimorarmos muita coisa em nossa equipe. Vamos jogar o resto do circuito, felizes e empolgadas, principalmente porque também estou revendo amigos, familiares, em contato com a cidade que amo.

Por estar fora do ranking, Maria Clara começa a disputa no classificatório, nesta quarta-feira, quando busca uma das oito vagas restantes em partidas eliminatórias diretas. A atleta, que venceu o prêmio de novata, também estará ao lado do marido Jeremy Casebeer, que compete em Itapema com o brasiliense Harley.

O torneio conta com 24 duplas em cada naipe, que são selecionadas da seguinte forma: os 16 times mais bem colocados no ranking nacional entram direto na fase principal, enquanto as outras oito duplas saem do classificatório, que ocorre na quarta (feminino) e quinta-feira (masculino), permitindo que times abaixo no ranking entrem no evento.

As 24 duplas disputam a fase de grupos em seis grupos de quatro times. Os primeiros e segundos colocados de cada chave, além dos quatro melhores terceiros, vão para as oitavas de final. Desta etapa em diante o torneio segue em formato eliminatório direto até a decisão. A final feminina acontece na noite deste sábado, enquanto a disputa do ouro no torneio masculino fica para a manhã de domingo.

No torneio masculino, as 16 duplas já garantidas pelo ranking são Álvaro Filho/Saymon (PB/MS), Vitor Felipe/Guto (PB/RJ), Evandro/André Stein (RJ/ES), Pedro Solberg/George (RJ/PB), Hevaldo/Arthur Lanci (CE/PR), Ricardo/Bruno Schmidt (BA/DF), Oscar/Thiago (RJ/SC), Moisés/Bruno (BA/AM), Ramon Gomes/Fernandão (RJ/ES), Léo Gomes/Ferramenta (RJ), Jô/Léo Vieira (PB/DF), Harley/Jeremy (DF/RJ), Anderson Melo/Pedro Marins (RJ), Márcio Gaudie/Averaldo (RJ/TO), Gilmário/Bernardo Lima (PB/CE) e Benjamin/Pedro Henrique (MS/PB).

Já as 16 duplas femininas classificadas pelo ranking são Ágatha/Duda (PR/SE), Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), Elize Maia/Taiana (ES/CE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ), Josi/Lili (SC/ES), Val/Ângela (DF/RJ), Juliana/Carol Horta (CE), Victoria/Tainá (MS/SE), Andrezza/Andressa (AM/PB), Naiana/Rachel (CE/RJ), Vitoria/Juliana Simões (RJ/PR), Vivian/Semírames (PA/SP), Izabel/Renata (PA/RJ), Sandressa/Neide (AL) e Flávia/Bárbara Ferreira (RJ).