Corinthians-Guarulhos quer "dar o sangue" em busca do título paulista

Corinthians-Guarulhos estreou no vôlei nesta temporada (Foto: Nícolas Ornellas/Corinthians-Guarulhos)

LANCE!
07/10/2017
15:46
São Paulo (SP)

A grande decisão do Campeonato Paulista de Vôlei entre o Corinthians-Guarulhos e o ESM Taubaté/Funvic acontece neste sábado, às 21h no Ginásio da Ponte Grande. Com ingressos esgotados desde a última quinta-feira pela manhã, a fiel torcida promete fazer uma grande festa e incentivar o time em busca do segundo título da temporada (o primeiro foi a conquista da Taça Ouro em agosto).

- Este será o segundo mais importante jogo do campeonato. Nosso objetivo é levar o duelo para o golden set e contamos com uma boa retrospectiva jogando em casa. Estudamos muito o jogo de quarta-feira e vimos coisas que podem surtir efeito positivo a nosso favor. Sabemos que eles vão entrar com uma postura de matar o jogo e pretendemos segurar esse ímpeto, essa chegada para o jogo deles e nós pretendemos entrar em quadra mais agressivos e diminuir a quantidade de erros da primeira partida - analisou o capitão Rivaldo.

Sobre erros forçados ou não, o camisa 11 fez uma análise desse momento de decisão.

- Quanto mais próximo as decisões a quantidade de erro, a exigência do jogo acaba levando a isso. Acaba aumentando essa margem, tanto nós como eles. Precisamos arriscar de alguma forma. Se, nesta partida a gente conseguir reverter esses erros em pontos – o risco leva a isso – podemos nos destacar bem. Não podemos nos omitir no jogo, ficar preocupado em não errar e não arriscar, proporcionando e dando chance ao adversário de vir para cima. Queremos diminuir os erros, mas sem perder a agressividade.

Se a torcida será uma grande incentivadora do início ao fim da partida, dentro de quadra o time quer corresponder da melhor forma possível e, segundo o capitão, seu time deixará tudo em quadra.

- Somos uma equipe de raça, que não se entrega e isso reverte ao incentivo da nossa torcida. A torcida está conosco, vindo ao nosso ginásio. Nosso time vestiu a camisa, o manto é nosso, estamos defendendo com muita raça esse projeto e estamos conseguindo mostrar isso. Nós pretendemos deixar o sangue na quadra, buscar a vitória, e eles podem ter certeza que lutaremos até o fim.