Emanuel e Ricardo

Emanuel e Ricardo venceram suas duas partidas no segundo dia de Grand Slam do Rio (Foto: Matheus Vidal/CBV)

Hugo Mirandela
10/03/2016
19:39
Rio de Janeiro (RJ)

A vitoriosa carreira de Emanuel terá pelo menos mais um dia de existência. Depois de perder na estreia do Grand Slam do Rio de Janeiro, válido pelo Circuito Mundial de vôlei de praia, a dupla formada pelo Rei e Ricardo venceu seus dois jogos nesta quinta-feira, na praia de Copacabana, e segue na competição. Segundo o maior vencedor do vôlei de praia, um filme de toda sua carreira está passando em sua cabeça neste torneio em que vai encerrar sua carreira na areia.

- Eu lembro de coisas muito boas que já passei, principalmente aqui em Copacabana. As memórias estão sendo relembradas em bons momentos, principalmente com essas duplas que estamos jogando agora, que estão em alto nível. Então, cada lance, cada defesa me remete a momentos positivos da minha carreira – revelou.

Emanuel e Ricardo começaram o dia vencendo os holandeses Nummerdor e Varenhorst por 2 sets a 0 (parciais de 19/21 e 20/22) e depois superaram os russos Liamin/Barsouk por 2 sets a 0 (duplo 21 a 17) à noite . Mesmo prestes a se aposentar, o campeão olímpico diz que o espírito de competição ainda está vivo nele e que a derrota para os poloneses Fijalek e Prudel o deixou aborrecido. Segundo ele, as coisas fluíram nesta quinta porque ele entendeu melhor o momento em que está vivendo.

- Meu espírito vencedor sempre vai estar em primeiro lugar. Eu quero entrar e vencer a minha partida, quero dar o meu melhor. Ontem (quarta-feira) quando eu perdi, eu realmente fiquei chateado, como sempre fiquei na minha carreira toda, sempre tentando buscar uma mudança no dia seguinte. E hoje eu consegui. Acho que esse espírito de competidor nunca vai sair, acho que até nas brincadeiras daqui para frente sempre vai existir. Mas o importante é entender que esse é um momento especial e eu tenho que ter tranquilidade. Muitas vezes a gente se cobra muito por causa de erros, mas aqui os erros vão acontecer e mesmo assim a festa vai continuar.

Com os resultados obtidos, Ricardo e Emanuel vão disputar nesta sexta-feira a repescagem por uma vaga nas oitavas de final do torneio. Buscando desfrutar de cada momento dentro de quadra, Emanuel diz que não há lugar melhor para ele encerrar a sua jornada no vôlei de praia do que o Rio de Janeiro.

- Aqui foi o começo da minha carreira. Então é como se fosse eternizar, mostrar que Copacabana é um grande palco do vôlei de praia no Brasil. Foi onde tudo começou e encerrei minha carreira. Então é o estádio mais importante para mim. Estádio em Copacabana é é inesquecível por causa disso. Aqui eu comecei e terminei tudo o que eu construí – afirmou Emanuel.

OUTRAS DUPLAS BRASILEIRAS MASCULINAS AVANÇAM

Alison e Bruno Schmidt
Dupla venceu suas três partidas na 1ª fase (Foto: Matheus Vidal/CBV)

Além dos campeões olímpicos em Atenas, as outras três duplas masculinas do Brasil também passaram da fase de grupos. O melhor desempenho foi de Alison e Bruno Schmidt, que venceram todos os jogos e foram direto para as oitavas de final. Assim como Ricardo e Emanuel, Álvaro Filho/Vítor Felipe e Pedro Solberg/Evandro precisarão disputar a repescagem.

Após vencer na estreia do torneio, Alison e Bruno Schmidt também conquistaram triunfos nesta quinta-feira. Eles venceram os mexicanos Virgen e Ontiveros por 2 sets a 0 (21/15 e 21/19) de manhã, e à noite superaram os italianos Nicolai e Lupo por 2 sets a 1 (21/17, 18/21 e 15/13).

A outra dupla que vai representar o Brasil nos jogos do Rio conseguiu a classificação no sufoco. Pedro Solberg e Evandro perderam no primeiro dia do torneio e começaram esta quinta com derrota para os italianos Ingrosso M. e Ingrosso P por 2 sets a 1 (19/21, 21/15 e 15/11). Mas no último jogo deste segundo dia, eles bateram os alemães Bockermann e Fluggen por 2 sets a 1 (21/18, 19/21 e 15/8) e avançaram.

Já Álvaro Filho e Vítor Felipe começaram esta quinta perdendo por 2 sets a 0 (21/19 e 23/21) para os holandeses Brouwer e Meeuwsen. No entanto, a dupla se recuperou e venceu os turcos Giginoglu e Gögtepe por 2 sets a 0 (21/10 e 21/17).

QUATRO DUPLAS FEMININAS SE CLASSIFICAM

Larissa e Talita
Larissa e Talita avançaram invictas (Foto: Matheus Vidal/CBV)

Larissa e Talita e Ágatha e Bárbara Seixas, representantes brasileiros na Rio-2016, avançaram direto para as oitavas de final. Já Juliana e Taiana e Maria Elisa e Lili vão disputar a repescagem. A outra parceria do Brasil, formada por Duda e Eliza Maia, deu adeus ao torneio.

Após conseguirem duas vitórias no primeiro dia da competição, Larissa e Talita não tomaram conhecimento das espanholas Elsa/Liliana (ESP). Elas venceram fácil as adversárias por 2 sets a 0 (21/14 e 21/8). Na mesma situação ficaram Ágatha e Bárbara Seixas. Elas conseguiram dois triunfos na última quarta e também saíram vitoriosos da sua partida neste segundo dia: 2 sets a 0 (21/14 x 21/17) sobre as argentinas Gallay e Klug.

Juliana e Taiana venceram, nesta quinta, as polonesas Kolosinska e Brzostek por 2 sets a 0 (21/19 e 22/20), e terminaram a fase de grupos com duas vitórias e uma derrota. Já Maria Elisa e Lili foram superadas pelas australianas Bawden/Clancy por 2 sets a 1 (18/21, 21/14 e 10/15), terminando a primeira fase com duas derrotas e um triunfo.

Duda e Elize Maia abandonaram a partida contra as tcheca Slukova e Hermannova e acabaram eliminadas. Duda teve um problema físico e não conseguiu terminar o confronto.

* Nota atualizada às 22h50