Edinara é um dos destaques da equipe Brasileira  (Divulgação/FIVB)

Edinara será um dos destaques da equipe brasileira na competição (Foto: Divulgação/FIVB)

LANCE!
07/07/2018
14:45
Santo Domingo (DOM)

Com uma equipe mesclada, a Seleção Brasileira feminina de vôlei inicia neste domingo, contra o México, às 13h (de Brasília), a disputa pelo título da Copa Pan-Americana, em Santo Domingo, na República Dominicana. A competição reunirá 12 equipes, divididas em três grupos com quatro times cada, e distribuirá vaga para os Jogos Pan-Americanos de Lima-2019 para os cinco primeiros colocados.

O Brasil está no Grupo C, que tem ainda Colômbia e Argentina. O Grupo A é composto por República Dominicana, Costa Rica, Canadá e Peru. Estados Unidos, Cuba, Trinidad e Tobago e Porto Rico formam o Grupo B.

Assistente  de José Roberto Guimarães, Wagner Coppini, o Wagão, esatrá à frente do grupo na Copa. Ele analisou os três adversários da fase inicial e dise saber que não haverá jogo fácil na competição. Ele visa garantir a liderança do grupo, já de olho em uma das vagas.

– O México é um time que não participa muito de grandes competições e, por isso, temos poucas informações. No entanto, eles têm uma ponteira que fez grande temporada na Itália. A Colômbia é um time mais forte, que ficou em segundo no classificatório da Liga das Nações e ainda conta com o Antônio Rizola como técnico, que conhece muito as nossas jogadoras. Por último teremos a Argentina que vem jogando há quase dois meses, está com ritmo de competição. Queremos fazer o nosso melhor resultado e alcançar a classificação para Lima 2019 – contou Wagão.

A equipe brasileira que disputará a Copa Pan-Americana terá duas campeãs olímpicas: a levantadora Dani Lins e a central Thaisa. Em tese, elas fazem parte da Seleção A, mas ainda precisam de ritmo. A primeira vem de gravidez e a segunda busca a melhor forma após uma grave lesão no joelho esquerdo.

O restante do grupo é formado pela levantadora Claudinha; as opostos Bruna Honório e Lorenne; as centrais Mara, Milka e Fran; as ponteiras Edinara, Maira, Fernanda Tomé e Gabriela Cândido; e as líberos Tássia e Natinha. A equipe principal terminou a Liga das Nações em quarto lugar, na última semana.