Andressa (foto) e a parceira Victoria estão na semifinal do torneio

Andressa (foto) e a parceira Victoria estão na semifinal do torneio (Foto: Divulgação/CBV)

RADAR/LANCE
09/04/2016
19:40
Rio de Janeiro (RJ)

O Brasil subirá ao pódio do Circuito Sul-Americano pela quinta vez consecutiva na temporada 2015/2016. Andressa/Victoria (PB/MS) e Duda/Elize Maia (SE/ES) venceram seus jogos pelas quartas de final neste sábado (09.04), na cidade de Vicente López, na Argentina, e conquistaram vaga nas semifinais. Elas só se enfrentam em uma eventual final ou disputa de terceiro lugar, garantindo ao menos um bronze ao país.

Andressa e Victoria enfrentam Benet e Zonta, da Argentina, a partir das 10h (de Brasília), enquanto o duelo entre Duda/Elize Maia contra as paraguaias Fillipo/Michelle acontece na sequência.

As duplas começaram bem o dia no torneio feminino, vencendo seus últimos jogos na fase de grupos. Andressa e Victoria superaram as uruguaias Nieto/Cammarano por 2 sets a 1 (21/18, 21/23, 15/17), terminando em primeiro no grupo. Horas depois, triunfo sobre as donas da casa Peralta e Puntin por 2 sets a 0 (21/15, 21/14), garantindo vaga na semifinal.

Duda e Elize Maia também tiveram ótimo desempenho ao longo do sábado. No último jogo do grupo, as campeãs do Open de Maceió (AL) superaram as chilenas Badal e Izquierdo por 2 sets a 0 (21/13, 21/7) e, horas depois, pelas quartas de final, as uruguaias Gomez e Fortunati pelo mesmo placar, mas com parciais de 21/15, 21/14.

Entre os homens, Adrielson/Matheus Maia (PR/RJ) e Guto/Saymon (RJ/MS) acabaram eliminados nas quartas de final, ambos para duplas da Venezuela. A dupla formada pelo paranaense e carioca foi superada por 2 sets a 1 (21/18, 19/21, 15/10) por Peter e Tigrito. Já Guto e Saymon caíram para Fayola e Golindano por 2 sets a 0 (21/18, 21/18).

O Brasil lidera o ranking geral do torneio masculino após a disputa das cinco primeiras etapas, tendo somado 840 pontos até agora, seguido pela Argentina, com 820. O ranking feminino também tem a liderança verde e amarela com 900 pontos, seguido pela Venezuela, que soma 700 pontos.

O ranking é feito apenas para os países, contando apenas a pontuação da dupla mais bem colocada das nações em cada etapa. Os campeões de cada torneio somam 200 pontos, o vice, 180, o terceiro colocado, 160, e reduzindo 20 pontos em cada posição seguinte. Após Vicente Lopez, o circuito segue para Assunção, capital do Paraguai, de 15 a 17 de abril.