Casa do Vôlei

(Foto: Divulgação)

LANCE!
13/09/2016
21:59
Rio de Janeiro (RJ)

A Casa do Vôlei, concebida pela Federação Internacional de Vôlei, foi a grande vencedora na categoria Legado do Prêmio “Casas de Hospitalidade Rio 2016”, uma iniciativa da Associação Comercial do Rio de Janeiro, em parceria com a Empresa Olímpica Municipal (EOM), a Subsecretaria de Relações Internacionais do Estado do Rio de Janeiro e a Coordenadoria de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio de Janeiro. O anúncio, feito hoje no Rio Media Center, premiou um projeto pioneiro, desenvolvido ao longo do último ano, com a Escola Municipal Dr. Cícero Pena.

Ao todo, 34 Casas de diferentes países e instituições, das 53 que o Rio de Janeiro recebeu, disputaram o prêmio nas categorias Promoção de Negócios, Promoção Cultural, Confraternização, Legado e Inovação. A Casa do Vôlei foi a única de uma Federação Internacional e a primeira experiência da FIVB com um centro de hospitalidade durante os Jogos Olímpicos.

“A ideia era ter um lugar onde pudéssemos receber a comunidade do vôlei, alavancar negócios e promover alguns eventos. Mas isso não era o suficiente. Queríamos ir além. A Casa do Vôlei deveria cumprir um outro papel, o de passar nossa filosofia, de tornar o vôlei o esporte número 1 em entretenimento para toda a família. Assim, nada melhor do que escolher uma escola, onde as crianças pudessem participar de todo o processo e, ao final, ganhar um colégio totalmente reformado e mais convidativo para o estudo diário dos 600 alunos”, resumiu Ary Graça, presidente da FIVB.

A FIVB começou as obras na escola em fevereiro, seis meses antes dos Jogos. Trabalhando à noite, nos fins de semana e feriados, os operários fizeram a reforma sem atrapalhar as aulas. Assim que as crianças saíram de férias a escola começou a ganhar forma de Casa do Vôlei, que foi saindo de cena já no dia seguinte ao término dos Jogos para garantir que no dia marcado para a volta às aulas tudo estivesse perfeito. “Estamos muito felizes com o prêmio, que nos incentiva a seguir adiante com o trabalho”, comemorou Ary Graça.

A reforma da Escola Dr. Cícero Pena foi uma parte do legado deixado pela FIVB para crianças do Rio de Janeiro. A outra, foi a inauguração de dois Centros de Treinamento de Vôlei, um na comunidade do Morro da Formiga e outro no Forte do Leme, que serão financiados pela Federação durante o próximo ciclo olímpico, ou seja, quatro anos.

Os vencedores nas demais categorias foram a Casa da Hungria (Inovação), Casa da Suíça (Confraternização), Casa do Qatar (Promoção Cultural), Ernest&Young (Promoção de Negócios) e NBA (favorita do público). “Ficamos muito felizes de ver que os Jogos Rio 2016 reuniram 56 casas, mesmo número que os Jogos de Londres, mas com maior número delas abertas ao público”, destacou Marta Telez, Diretora de Comunicação e Marketing da Empresa Olímpica Municipal.