RADAR/LANCE!
25/11/2015
16:00
Campinas (SP)

O Vôlei Brasil Kirin terá um velho conhecido pela sequência da Superliga Masculina de Vôlei. Embalado pela vitória sobre Lebes/Gedore/Canoas na última rodada, o time campineiro enfrenta Funvic/Taubaté, nesta quarta-feira, às 18h45, no Ginásio Abaeté, no Vale do Paraíba, pela quinta vez na temporada, em duelo direto pelas primeiras posições.

Os dois times começaram a rodada separados por apenas um ponto na classificação. Enquanto os comandados do técnico Alexandre Stanzioni somam oito pontos, com três vitórias em quatro jogos, a equipe de Taubaté vem logo acima, com nove, dividindo a liderança com Sada/Cruzeiro e São José dos Campos.

A rivalidade dos times é recente e ficou ainda mais acirrada nesta temporada, quando se enfrentaram quatro vezes, com duas vitórias para cada lado, com direito a decisão de Copa São Paulo e semifinal do Campeonato Paulista. Por isto, a expectativa é por mais um duelo equilibrado dentro das quadras.

- É o confronto de dois times que tem grandes jogadores e que estão buscando os mesmos objetivos na temporada. Por isto, não dá pra esperar outra coisa senão um jogo com nível técnico alto. Estou bastante otimista para que possamos fazer uma boa partida. Conseguimos jogar bem durante praticamente toda partida contra Canoas e temos que manter, no mínimo, este padrão para crescermos ainda mais - comentou o levantador argentino Gonzalez.

- Será um jogo complicado como todos os outros da Superliga. Taubaté é um time grande, que vai estar sempre brigando pelas mesmas posições que a gente. Por jogarmos fora de casa, contra um adversário complicado, temos que forçar o jogo, nos impor para não sofrer pressão. Precisamos construir um jogo com cautela e aproveitar as chances que criarmos - acrescentou o técnico Alexandre Stanzioni.

O camisa 8 ainda afirmou que o pouco tempo de preparação não será um problema para a partida.

- Jogamos no domingo e fizemos três treinamentos. Nossa comissão técnica está controlando esta situação e nos deixando preparado para este duelo complicado. É claro que a parte física é importante, mas temos que estar bem mentalmente, pois seremos exigidos. Tenho certeza que vamos entrar todos 100% em quadra - completou.