Circuito Mundial - Álvaro Filho/Saymon vence Evandro/André Stein

Álvaro e Saymon (dir) posam com o troféu do bronze em Gstaad (Foto: Divulgação/FIVB)

LANCE!
09/07/2017
12:36
Gstaad (SUI)

O Brasil encerrou sua participação no Major de Gstaad (SUI), etapa do Circuito Mundial de vôlei de praia, com uma prata e um bronze. No sábado, Larissa e Talita conseguiram o melhor resultado do país nesta edição, ao perderem a final para as alemãs Laboureur e Sude por 2 sets a 0 (21-18 e 22-20). Álvaro Filho e Saymon ficaram com o terceiro lugar ao superaram Evandro e André Stein por 2 a 0 (21-12 e 21-18), neste domingo.

As brasileiras recebem uma premiação de 32 mil dólares e somam 960 pontos no ranking com a segunda colocação, chegando aos 3.800 na liderança geral. A medalha de bronze ficou com as canadenses Sarah Pavan e Melissa Paredes. Em cinco encontros, esta foi a primeira derrota de Larissa e Talita para as alemãs.

Já o bronze deu 720 pontos para os Álvaro e Saymon no ranking mundial, além de um prêmio de 20 mil dólares. Já Evandro e André somam 600 pontos e ganham 16 mil dólares pela quarta colocação. Foi uma repetição da final do Major Series de Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, com mesmo resultado.

O Brasil tem agora nove ouros, três pratas e quatro bronzes no Circuito Mundial 2017. É a segunda medalha da dupla, a oitava de Alvinho, contando outros parceiros. Já Saymon conquista sua sétima medalha internacional na carreira. Após o resultado, Alvinho analisou a vitória e elogiou os rivais brasileiros na disputa pelo pódio.

– Esse terceiro lugar foi muito importante para nós, tem gosto de ouro. Queremos evoluir a cada dia, buscar essa constante melhora é o mais importante. É sempre muito difícil jogar contra Evandro e André, pois são dois grandes sacadores, atletas altos, que estão jogando muito bem. O saque do Evandro é o melhor do mundo, o André tem um saque flutuante muito bom também, então isso coloca muita pressão na recepção do adversário. A gente tem que estar sempre muito atento – analisou Álvaro Filho.

O próximo desafio dos brasileiros no Circuito Mundial acontece de 19 a 23 de julho, no torneio quatro estrelas da Polônia, na cidade de Olsztyn.

O Major Series de Gstaad distribui 600 mil dólares em prêmios aos atletas, além de 1.200 pontos à dupla campeã. Este é o 18ª ano consecutivo que a cidade recebe uma etapa, sendo um dos torneios mais tradicionais do circuito e um dos preferidos dos atletas, aos pés dos Alpes. O Brasil é o maior vencedor na Suíça, com 17 ouros sendo nove entre as mulheres e oito entre os homens.