Lucas Lóh e Lucarelli na Seleção Brasileira (Foto:Divulgação/CBV)

Lucas Lóh e Lucarelli na Seleção Brasileira (Foto:Divulgação/CBV)

RADAR/LANCE!
24/11/2015
16:59
São Paulo (SP)

Amigos e companheiros na Seleção Brasileira de vôlei, Lucarelli e Lucas Lóh estarão em lados opostos nesta quarta-feira, às 18h15. O motivo é o jogo da quinta rodada da Superliga Masculina de vôlei, que coloca o Funvic/ Taubaté (SP), de Lucarelli, e Brasil Kirin (SP), de Lucas Lóh, frente à frente.

- Eu e o Lucas somos realmente grandes amigos, mas, dentro de quadra, querendo ou não, nos tornamos adversários. O fato de nos conhecermos bem ajuda, pois sabemos as principais características um do ouro e eu posso ajudar a minha equipe com alguns toques em relação ao jogo dele. Mas, tenho certeza que ele vai fazer o mesmo em relação a mim - comentou Lucarelli.

Os dois estiveram juntos na conquista do Campeonato Mundial Sub-23, em 2013, com a Seleção Brasileira e chegaram neste ano para reforçar seus clubes atuais e se Lucarelli diz que vai passar informações do amigo à sua equipe, Lucas Lóh fará o mesmo.

- Posso falar detalhadamente sobre o jogo dele, assim como ele pode falar de mim. Somos muito amigos, mas naturalmente é feito um estudo do adversário com a intenção de dificultar as ações de cada jogador e o Lucarelli sempre é um dos mais estudados. Mas é claro que vou passar as informações que tenho para complicar a vida dele, como sei que ele vai fazer comigo - brincou Lucas Lóh.


O ponteiro do Brasil Kirin ainda falou sobre o processo em que passa a sua equipe neste atual momento da competição.

- Nosso time tem um grupo novo, que vem crescendo a cada dia e a cada jogo. Acredito que conforme o decorrer da Superliga, vamos nos tornar uma equipe mais forte e entrosada, independentemente dos resultados - complementou.

Já Lucarelli sabe que seu time chega ainda mais forte depois da vitória sobre o Minas Tênis Clube (MG), por 3 sets a 2, na rodada passada, quando contou com o retorno do levantador Raphael e do central Otávio, que se recuperaram de lesões.

- Ter o Rapha e do Otávio de volta foi muito importante. O time vinha bem, mas eles acrescentam ainda mais ao grupo. A vitória passada nos manteve confiantes e isso vai ajudar bastante no jogo de amanhã, contra o Brasil Kirin - concluiu o jogador do Taubaté.

O Funvic/Taubaté ocupa a segunda posição na tabela, com 9 pontos, atrás do São José Vôlei (SP), que tem o mesmo número de pontos, mas melhor saldo de sets. Já o Brasil Kirin é o quarto colocado, com um ponto a menos.