Victor Ramos - Vitória

Victor Ramos é o pivô de polêmica no Campeonato Baiano (Foto: Divulgação/ E.C Vitória)

LANCE!
08/04/2016
16:17
Salvador (BA)

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA), Pedro Paulo Casali, decidiu pela realização dos jogos entre Vitória e Juazeirense, marcados para os dias 10 e 21 de março e válidos pela semifinal do Campeonato Baiano.

A decisão do TJD-BA ocorre um dia após o STJD ter suspendido os confrontos, atendendo ao mandado de segurança expedido pelo Bahia e o Flamengo de Guanambi, que apontam irregularidades na escalação do zagueiro Victor Ramos, do Vitória.

A situação, no entanto, ainda não está resolvida, já que o Bahia e o Flamengo de Guanambi ainda podem entrar com recurso no STJD nesta sexta-feira, pedindo a anulação da decisão tomada pelo TJD-BA tomada nesta sexta-feira.

ENTENDA O CASO 

Contratado junto ao Monterrey, do México, Victor Ramos teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF no dia 18 de março, o que contraria o parágrafo terceiro do artigo 20 do Campeonato Baiano. O texto diz que, em caso de transferência internacional, o atleta tem que ter o nome publicado no BID até o dia 16 de março.

O Vitória nega qualquer irregularidade. De acordo com a direção, houve uma solicitação para a CBF para que a transferência fosse considerada nacional, já que, após o fim do empréstimo de Victor Ramos ao Palmeiras, em dezembro de 2015, o ITC (sistema de transferência utilizado pela Fifa) não saiu do Brasil. O Rubro-Negro garante ter tido uma resposta positiva da CBF para tal ato.

No dia 26 de março, Victor Ramos entrou em campo pela primeira vez pelo Vitória, na vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo de Guanambi, que valeu a classificação do Rubro-Negro para as semifinais do Campeonato Baiano.

No dia 27 de março, o presidente do Bahia Marcelo Sant'Ana manifestou considerar a escalação de Victor Ramos como irregular. No dia 28, o Flamengo de Guanambi entrou com uma ação no TJD-BA, alegando que o zagueiro foi regularizado pela CBF após o prazo definido pelo regulamento do Baianopara registro de reforços contratados a partir de de negociações internacionais.

No dia 3 de abril, o TJD-BA decidiu pelo arquivamento da denúncia do Flamengo de Guanambi, confirmando a participação do Vitória na semifinal do Estadual. O TJD-BA alegou que não encontrou irregularidades na escalação de Victor Ramos, tendo como base documentos da Federação Baiana e da CBF.

Assim, no dia 5 de abril, o Bahia, em conjunto com o Flamengo de Guanambi, entrou com um mandado de segurança do STJD, que aceitou a denúncia.

Na quinta-feira, dia 7, o presidente do STJD Caio César Rocha disse que há "indícios de burla ou ao menos inobservância de normas expressas e diretas da Fifa" e de que negociação de Victor Ramos foi internacional, mas deixou a decisão da realização das partidas entre Vitória e Juazeirense.