Hugo Mirandela
21/01/2018
19:15
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de dias turbulentos por conta do cenário político, o Vasco espantou a chance de crise nos gramados ao vencer o Nova Iguaçu por 4 a 2, na tarde deste domingo, em São Januário ainda sem torcida, se redimindo da derrota na estreia do Carioca. Sob os olhares do novo presidente Alexandre Campello, o triunfo que parecia ser tranquilo teve dose de emoção e alívio só no final. Após abrir 2 a 0 ainda no primeiro tempo, o Cruz-Maltino deu alguns vacilos na segunda etapa e levou o empate. Porém, o Cruz-Maltino conseguiu fazer mais dois gols aproveitando bobeadas do adversário e saiu com os três pontos.

Os gols do Cruz-Maltinos foram marcados por Evander, Andrés Rios, Yago Pikachu e Andrey. Murilo Henrique e Bruno Smith fizeram para o time da baixada.


GOLS DE 'CAMISA 9'

Os dois times começaram a partida em ritmo lento, mas com o time da Baixada assustando primeiro. Porém, o Vasco logo acordou e fez dois gols característicos de centroavante, uma carência no elenco desde que Luis Fabiano, machucado, desfalca a equipe. No primeiro Evander apareceu bem entre os zagueiros dentro da área para cabecear e estufar a rede. Depois foi a vez de Andrés Rios, que joga improvisado como referência, se antecipar e deixar a sua marca. No 2° tempo, Andrey também fez de cabeça

SUSTO DO NOVA IGUAÇU

Depois de um primeiro tempo tranquilo, o Vasco teve duas chances de aumentar o placar em contra-ataques no início da segunda etapa, mas não aproveitou. Com isso, o time da Baixada cresceu e diminuiu o placar com Murilo Henrique, de cabeça. O Cruz-Maltino continuou jogando mal e o adversário cresceu e empatou.

REDENÇÃO DE HENRIQUE

Depois de uma atuação ruim na estreia contra o Bangu, vacilando em dois gols na derrota por 2 a 0, o lateral-esquerdo se redimiu no triunfo contra o Nova Iguaçu. Deus dois belos cruzamentos para os gols de Evander e Andrés Rios ainda no primeiro tempo. Além disso, também ajudou o Cruz-Maltino a criar boas jogadas pelo seu lado. Ele também não comprometeu na parte defensiva, realizando até cortes importantes para espantar o perigo.

CAMPELLO DE OLHO

Presidente eleito do Vasco para os próximos três anos, Alexandre Campello acompanhou a partida das sociais de São Januário. Ele vai tomar posse nesta segunda-feira. Do lado de fora do estádio, alguns torcedores cantaram "Fora, Campello". Enquanto isso, o ex-mandatário e administrador do clube até a posse, Eurico Miranda começou ver a partida da sala da presidência.

CLIMA DE AMISTOSO

Por conta da turbulência política que viveu o clube, que só terá novo presidente hoje, mais uma vez o Vasco jogou com portões fechados em São Januário. Isso deixou a partida com clima de amistoso. Inclusive, os jogadores até começaram em ritmo bem lento o confronto.

FICHA TÉCNICA
VASCO 4 X 2 NOVA IGUAÇU
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 21/1/2018 - 17h
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Auxiliares: Thiago Rosa de Oliveira (RJ) e Daniel de Oliveira Alves Pereira (RJ)
Público/renda: -
Cartões amarelos: -
Cartões vermelhos: -
Gols: Evander (16'/1ºT) (1-0), Rios (29'/2ºT) (2-0), Murilo Henrique (16'/2ºT) (2-1), Bruno Smith (35'/2ºT) (2-2); Yago Pikachu (38'/2ºT) (3-2) e Andrey (45'/2ºT). 


VASCO: Martín Silva; Pikachu, Erazo, Ricardo e Henrique; Desábato (Bruno Paulista, aos 36'/2ºT) e Wellington (Rafael Galhardo, aos 19'/2ºT) Wagner, Evander (Andrey, aos 27'/ ºT) e Paulinho (Caio Monteiro, aos 19'/2ºT) ; Andrés Rios (Paulo Vitor, aos 36'/2ºT). Técnico: Zé Ricardo

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Daniel (Walace, aos 21'/2ºT), Raphael Azevedo, Lucas e Murilo Henrique; Wescley (Ronan, aos 35'/2º), Paulo Henrique, Caio Cezar (Vinícius Matheus, aos 35'/2ºT) e Robinho (Bruno Smith, aos 21'/2ºT); Jonathan (Vinicius Paquetá - Int) e Adriano. Téc: Edson Souza