Nenê joinha

Nenê garante que está feliz no Vasco e negou uma possível saída (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

LANCE!
29/08/2016
16:51
Rio de Janeiro (RJ)

Poupado contra o Tupi e também fora da próxima partida do Vasco, contra o Vila Nova, o meia Nenê gravou um vídeo para esclarecer sua situação direcionado à torcida cruz-maltino. O primeiro assunto abordada pelo jogador foi negar uma possível saída do clube. Segundo o camisa 10 vascaíno, ele foi questionado sobre isso nos últimos dias.

- Eu tenho ouvido muitas perguntas, gente me perguntando se eu ia sair do clube. Então, queria explicar para vocês que não tem nada disso. Estou muito feliz aqui, e infelizmente às vezes as coisas não acontecem como a gente quer. Vocês sabem como eu sou, quero jogar todos os jogos. E se realmente eu não joguei e não vou jogar o próximo jogo é porque realmente ainda tenho alguma coisa, tenho um problema explicou Nenê em uma transmissão ao vivo por meio de sua página oficial no Facebook.

No vídeo, Nenê aparece no Caprres, ao lado do gerente científico Alex Evangelista. O meia explicou o motivo de não estar jogando e alegou que ainda sente o músculo da coxa, local onde teve uma lesão, ainda o incomoda.

- A fibrose não é a lesão, ela é a cicatrização da lesão. Nesse tempo que não teve jogos, nós treinamos muito. Eu achei que estava liberado, mas depois do jogo contra o Sampaio Corrêa eu comecei a sentir a perna endurecer. Eu vi que minha perna não estava legal, e por isso não conseguia fazer todos os movimentos, estava me limitando. Isso estava deixando a minha perna presa. Então, realmente é mais por isso. Para eu poder me sentir realmente bem, 100% para estar fazendo o melhor e ajudar o vasco a vencer - disse o jogador.

Alex Evangelista voltou a explicar o motiva de poupar o meia das partidas. Segundo ele, Nenê precisa de treinamentos específicos para voltar ao seu melhor condicionamento físico.

- Nós do Caprres sentamos e analisamos que ele deveria ficar fora para fazer um preparativo. Essa preparação se dá no Caprres, com treinamentos específicos, de musculação específica, treinamento na piscina, treinamento na esteira, o treinamento no campo para ele continua normal. Mas ele vai melhorar essa fibrose, que é uma cicatriz que dá no músculo e ela impede uma contração muscular, de ela ser perfeita e ele ganhar velocidade. Então, ele é um atleta que alcança 13,14 km por partida, e neste momento ele não está conseguindo alcançar porque ele tem alguma limitação física. Estamos tirando de campo para ele voar baixo, que é o que ele sempre fez, e nos ajudar na Copa do Brasil, que é um dos objetivos esse ano também -revelou Evangelista.