Vasco x Santa Cruz

Vasco tem altos e baixos quando lutou pela vaga como visitante (Foto: Paulo Sergio)

RADAR / LANCE!
19/07/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

A tarefa do Vasco para se manter na briga da Copa do Brasil promete ser bem árdua. Após não passar de um empate em 1 a 1 com o Santa Cruz, em São Januário, o Cruz-Maltino precisa de uma vitória simples ou de empates com dois ou mais gols para garantir uma vaga nas oitavas de final. Porém, o clube já vem se mostrando "veterano" nesta empreitada de se redimir após sustos como mandante.

Esta será a 10ª edição na qual o Vasco decidirá o mata-mata longe de seus domínios e precisando de um resultado seguro. O LANCE! traz como foi o rendimento da equipe em outros momentos da Copa do Brasil.


1994 - Semifinais - GRÊMIO - Eliminado

Atuando no Maracanã, a equipe que foi tricampeã carioca e trazia nomes como Carlos Germano, Yan, William, Jardel e Valdir não saiu do 0 a 0 com o Grêmio. No Olímpico, a equipe chegou a fazer um jogo duro, mas acabou derrotada por 2 a 1. Nildo marcou os gols gremistas, e Pimentel fez para o Vasco. A chance do empate chegou a ficar nos pés de William, mas o meia cobrou um pênalti para fora durante a partida.

1995 - Quartas de finais - ATLÉTICO-MG - CLASSIFICADO

A luta do Vasco se complicou um pouco mais no ano seguinte. A equipe perdeu por 1 a 0. com gol de Carlos no jogo de ida em pleno Maracanã. Porém, depois de Valdir garantir o triunfo pelo mesmo placar no tempo normal, coube a Carlos Germano se destacar nos pênaltis, e garantir a vaga cruz-maltina, com uma vantagem de 4 a 1.

1995 - Semifinais - CORINTHIANS - Eliminado

O Vasco novamente passou pela tentativa de superação fora de casa em 1995 por um tropeço no Maracanã: Marcelinho Carioca fez o gol corintiano. Fora de casa, porém, o Cruz-Maltino não teve qualquer chance. Souza, Viola (por três vezes) e Ricardo Rocha (contra) fizeram os gols que culminaram no adeus da equipe da competição.

1996 - Quartas de final - CRUZEIRO - Eliminado

Os erros em casa custaram bem caro ao Vasco na edição de 1996. Com uma atuação apática, a equipe comandada por Carlos Alberto Silva e nomes como Juninho, Assis e Nílson sofreu uma sonora goleada por 6 a 2 em São Januário. Gelson Baresi, Palhinha, Marcelo Ramos, Uéslei e Edmundo fizeram os gols celestes, e Nílson e Zinho fizeram os gols cruz-maltinos. No jogo de volta, a equipe ficou no empate em 1 a 1, com Marcelo Ramos fazendo o gol cruzeirense, e Zinho marcando para o Vasco.

2000 - Terceira Fase - PONTE PRETA - CLASSIFICADO

Quatro anos depois, o Vasco teve de buscar a vaga fora de casa contra a Ponte Preta. Após um empate em 1 a 1 em São Januário, com Romário fazendo para os donos da casa e Luís Fabiano deixando o placar igual, os cruz-maltinos fizeram a diferença longe de seus domínios. Coube a Gilberto decretar a vitória por 1 a 0 dos vascaínos em pleno Moisés Lucarelli.

2009 - Oitavas de finais - ICASA - CLASSIFICADO

O Vasco quase se complicou diante de uma "zebra" na sua participação em 2009 na Copa do Brasil. A equipe chegou a abrir o placar em São Januário diante do Icasa, com Vílson, mas Marciano empatou em 1 a 1 o marcador. No jogo de volta, porém, foi um passeio vascaíno: Élton, por duas vezes, Léo Lima e Vílson marcaram, e Leo fez o gol da equipe cearense no triunfo por 4 a 1.

2009 - Semifinais - CORINTHIANS - Eliminado

O Vasco enfrentou novamente o Corinthians em uma semifinal no Maracanã e saiu em desvantagem em casa: empate em 1 a 1, com Dentinho abrindo o placar para o Timão e Rodrigo Pimpão igualando. Fora de casa, porém, veio a eliminação, com um 0 a 0.

2011 - Semifinais - AVAÍ - CLASSIFICADO

Dois anos depois, o Vasco voltou a uma semifinal e saiu em desvantagem como mandante: a equipe viu Julinho abrir o placar para o Avaí mas, Diego Souza, convertendo pênalti, decretou o empate em 1 a 1. No jogo de volta, porém, os vascaínos foram à forra: vitória por 2 a 0, com gols de Revson (contra) e Diego Souza e foi para a decisão diante do Coritiba, onde conquistou a Copa do Brasil. 

2014 - Oitavas de finais - ABC - Eliminado

Em 2014, o Vasco não passou do 1 a 1 no jogo de ida com o ABC, em São Januário, com João Paulo marcando para a equipe potiguar, e Kleber Gladiador empatando. Na volta, não teve jeito: em jogo com expulsão de Douglas, o hoje vascaíno Madson e Marlon garantiram a vitória por 2 a 1 do ABC (Maxi Rodríguez fez o gol cruz-maltino).