Taça Guanabara - Vasco 2016

Vasco é o campeão da Taça Guanabara e decidirá o título do Carioca contra o Botafogo (Foto: Arquivo Lance!)

David Nascimento
28/04/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

A cada jogo que passa, o Vasco vai aumentando a sua série de invencibilidade. Já são 23 partidas sem perder para o time comandado por Jorginho - a última derrota aconteceu no dia 1º de novembro de 2015, para o Fluminense. Ao mesmo tempo, uns recordes são quebrados - como a melhor série invicta do clube no século XXI -, e outros estão perto de serem alcançados. Como é o caso da maior série invicta do Vasco de toda a história. Os 23 jogos atuais igualaram sequência conquistada entre 1949 e 1950, na quinta colocação em jogo oficial.

Agora, o Vasco está a oito jogos de igualar e nove de superar a melhor marca de invencibilidade do clube de São Januário em jogos oficiais em toda história. No ano de 1977, o time vascaíno ficou 31 partidas sem perder e ocupa nesta classificação a liderança. Em segundo lugar aparece uma sequência do ano de 1945 e 1946, com 27 jogos. Em terceiro, 26 jogos entre 1992 e 1993. E na quarta colocação, 24 partidas de invencibilidade alcançadas entre 1929 e 1930.

Um dos segredos do sucesso do Vasco vem do banco de reservas. O técnico Jorginho tem um papel fundamental na volta por cima do Vasco, com um trabalho que desperta a atenção de outros clubes brasileiros. O comandante, porém, optou por manter a humildade. Questionado em entrevista depois da vitória sobre o Remo, Jorginho diz que o Vasco tem a cara do Vasco, não a dele.

- O Vasco tem a cara do Vasco, não a minha cara. Estamos desenvolvendo um trabalho de modelo de jogo para que fique aqui, dando influência nas categorias de base, no 4-4-2, no losango, com virtudes específicas do profissional - afirmou o treinador do Vasco.

Com mais esta motivação, o Vasco vai embalado encarar o Botafogo pela final do Campeonato Carioca. O primeiro jogo será neste domingo, no Maracanã, a partir das 16h. E o time de Jorginho terá o apoio de todos os torcedores para que o título do Estadual seja mantido com o Vasco por ao menos mais um ano.