Diguinho

Diguinho parou na delegacia após jogo de terça-feira em Brasília (Foto: Francisco Stuckert/Lancepress!)

LANCE!
25/05/2016
21:29
Rio de Janeiro (RJ)

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou na noite desta quarta-feira a súmula da partida entre Vila Nova e Vasco, que contou com a vitória dos cariocas pelo placar de 2 a 0 na noite de terça-feira, em Brasília, pela Série B do Campeonato Brasileiro. No documento, o árbitro Marcelo Aparecido de Souza relatou a confusão no fim da partida envolvendo o volante Diguinho, no Vasco, que fez com que o atleta fosse para a delegacia.

"Após o término da partida, fomos informados pelos policiais militares responsáveis pela segurança da equipe de arbitragem, que o soldado
PM William Lyra Dorissio rg 2340614-ssp-df, teria sido agredido com um soco na boca pelo jogador da equipe do CR Vasco da Gama n. 15 sr.
Rodrigo Oliveira de Bittencourt, que já havia sido expulso após o término da partida. informo ainda que a equipe de arbitragem não presenciou
o fato acima relatado, porém ainda no campo o soldado PM acima citado se apresentou a equipe de arbitragem que constatou que o mesmo
se encontrava com um corte na boca", relatou o árbitro.

Diguinho prestou depoimento por cerca de 30 minutos e segundo os policiais militares de Brasília, ele responderá por lesão corporal leve.