icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/08/2015
20:24



O Vasco deixou no Rio a obediência tática e a determinação com as quais golpeou o Flamengo no primeiro jogo da Copa do Brasil. Pois foi um time perdido em praticamente todos os sentidos no Serra Dourada e só escapou de um vexame formidável por preciosismo do Goiás, que venceu por 3 a 0, mantendo os cruz-maltinos em situação desesperadora no Brasileiro, pois além de lanterna, o Vasco perde em todo os quesitos de desempate.

PRIMEIRO TEMPO

O time da casa já saiu atropelando, deixando o adversário atônito, e de tal forma que abriu o placar logo aos quatro minutos: Gimenez cobrou lateral e Bruno Henrique desviou de cabeça para o estreante Zé Love, que acertou uma bela bicicleta. Daí em diante, o Vasco viveu autêntico pesadelo, também ditado por um terrível descontrole emocional. Aos oito, Zé Love, sem marcação, bateu para fora. Aos 11, Erik chutou na trave. Aos 15, Christianno puxou Bruno Henrique na área, em pênalti, observado pelo assistente Alex Ang Ribeiro, que Erik cobrou à esquerda: 2 a 0.

Atacante Zé Love estreou pelo Goiás com golaço (Foto: Carlos Costa/LANCE!Press)

Aos 20, Jorge Henrique foi expulso, ao reagir a um pé alto de Bruno Henrique. Na realidade, não seria absurdo afirmar que a arbitragem exagerou, pois houve violência de ambos os lados, e mais, algumas pancadas do Goiás também não mereceram advertência. Nos acréscimos, Bruno Henrique desperdiçou outra chance, batendo para defesa de Martín Silva.

E MAIS:
> Torcedores do Vasco invadem o gramado e caso pode ir aos tribunais
> TABELA: Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro
> HUMOR: Rivais não perdem tempo e zoam a derrota do Vasco com memes
> ATUAÇÕES: Zé Love recebe boa nota. Já o expulso Jorge Henrique...
> BLOG DO GARONE: Areia movediça

SEGUNDO TEMPO

O time verde retornou recuado, em ritmo mais cadenciado, atraindo o Vasco, para liquidar nos contra-ataques. Num deles, aos 30, Martín Silva deu rebote em finalização de Bruno Henrique, e Rodrigo - que também levou o vermelho - empurrou Erik, que apanharia a sobra. Erik cobrou o pênalti e fez 3 a 0. O Goiás perdeu mais gols. Sábado, 29, o Vasco recebe o Figueirense em São Januário. Qual o time que se apresentará? O da Copa do Brasil ou o do Brasileiro?

O CENÁRIO DOS TIMES

O Vasco segue na última colocação, em 20° lugar, com 13 pontos. O próximo compromisso do Cruz-Maltino é pela Copa do Brasil, contra o Flamengo, nesta quarta-feira.

Já o Goiás deixou a zona de rebaixamento, chegando aos 22 pontos e abrindo dois de vantagem para o Avaí, atualmente o clube que abre a zona de rebaixamento. O próximo jogo do Esmeraldino é contra o Atlético-PR, 30 de agosto, domingo, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 3 X 0 VASCO

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data/Hora: 22/8/2015 - 18h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Renda/Público: R$ 267.895,00 / 11.117 pagantes
Cartões Amarelos: Zé Love, Gimenez e Bruno Henrique (GOI) / Rodrigo, Riascos e Jhon Cley (VAS)
Cartões Vermelhos: Jorge Henrique (20'/1ºT) e Rodrigo (28'/2ºT)
Gols: Zé Love (04'/1ºT 1 - 0), Erik (16'/1ºT 2 - 0) e Erik (31'/1ºT 3 - 0)

GOIÁS: Renan, Diogo, Fred (Valmir Lucas, 43'/2ºT), Felipe e Gimenez; Rodrigo (Ygor, 39'/2ºT), David e Patrick; Bruno Henrique, Erik e Zé Love (Murilo, 18'/2ºT). Técnico: Julinho Camargo.

VASCO: Martin Silva; Madson, Rodrigo, Anderson Salles e Christianno; Guiñazú (Jhon Cley, 20'/2ºT) , Serginho, Julio dos Santos (Lucas, 42'/2ºT) e Nenê; Jorge Henrique e Riascos (Herrera, 10'/2ºT). Técnico: Jorginho.



O Vasco deixou no Rio a obediência tática e a determinação com as quais golpeou o Flamengo no primeiro jogo da Copa do Brasil. Pois foi um time perdido em praticamente todos os sentidos no Serra Dourada e só escapou de um vexame formidável por preciosismo do Goiás, que venceu por 3 a 0, mantendo os cruz-maltinos em situação desesperadora no Brasileiro, pois além de lanterna, o Vasco perde em todo os quesitos de desempate.

PRIMEIRO TEMPO

O time da casa já saiu atropelando, deixando o adversário atônito, e de tal forma que abriu o placar logo aos quatro minutos: Gimenez cobrou lateral e Bruno Henrique desviou de cabeça para o estreante Zé Love, que acertou uma bela bicicleta. Daí em diante, o Vasco viveu autêntico pesadelo, também ditado por um terrível descontrole emocional. Aos oito, Zé Love, sem marcação, bateu para fora. Aos 11, Erik chutou na trave. Aos 15, Christianno puxou Bruno Henrique na área, em pênalti, observado pelo assistente Alex Ang Ribeiro, que Erik cobrou à esquerda: 2 a 0.

Atacante Zé Love estreou pelo Goiás com golaço (Foto: Carlos Costa/LANCE!Press)

Aos 20, Jorge Henrique foi expulso, ao reagir a um pé alto de Bruno Henrique. Na realidade, não seria absurdo afirmar que a arbitragem exagerou, pois houve violência de ambos os lados, e mais, algumas pancadas do Goiás também não mereceram advertência. Nos acréscimos, Bruno Henrique desperdiçou outra chance, batendo para defesa de Martín Silva.

E MAIS:
> Torcedores do Vasco invadem o gramado e caso pode ir aos tribunais
> TABELA: Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro
> HUMOR: Rivais não perdem tempo e zoam a derrota do Vasco com memes
> ATUAÇÕES: Zé Love recebe boa nota. Já o expulso Jorge Henrique...
> BLOG DO GARONE: Areia movediça

SEGUNDO TEMPO

O time verde retornou recuado, em ritmo mais cadenciado, atraindo o Vasco, para liquidar nos contra-ataques. Num deles, aos 30, Martín Silva deu rebote em finalização de Bruno Henrique, e Rodrigo - que também levou o vermelho - empurrou Erik, que apanharia a sobra. Erik cobrou o pênalti e fez 3 a 0. O Goiás perdeu mais gols. Sábado, 29, o Vasco recebe o Figueirense em São Januário. Qual o time que se apresentará? O da Copa do Brasil ou o do Brasileiro?

O CENÁRIO DOS TIMES

O Vasco segue na última colocação, em 20° lugar, com 13 pontos. O próximo compromisso do Cruz-Maltino é pela Copa do Brasil, contra o Flamengo, nesta quarta-feira.

Já o Goiás deixou a zona de rebaixamento, chegando aos 22 pontos e abrindo dois de vantagem para o Avaí, atualmente o clube que abre a zona de rebaixamento. O próximo jogo do Esmeraldino é contra o Atlético-PR, 30 de agosto, domingo, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 3 X 0 VASCO

Local: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data/Hora: 22/8/2015 - 18h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Renda/Público: R$ 267.895,00 / 11.117 pagantes
Cartões Amarelos: Zé Love, Gimenez e Bruno Henrique (GOI) / Rodrigo, Riascos e Jhon Cley (VAS)
Cartões Vermelhos: Jorge Henrique (20'/1ºT) e Rodrigo (28'/2ºT)
Gols: Zé Love (04'/1ºT 1 - 0), Erik (16'/1ºT 2 - 0) e Erik (31'/1ºT 3 - 0)

GOIÁS: Renan, Diogo, Fred (Valmir Lucas, 43'/2ºT), Felipe e Gimenez; Rodrigo (Ygor, 39'/2ºT), David e Patrick; Bruno Henrique, Erik e Zé Love (Murilo, 18'/2ºT). Técnico: Julinho Camargo.

VASCO: Martin Silva; Madson, Rodrigo, Anderson Salles e Christianno; Guiñazú (Jhon Cley, 20'/2ºT) , Serginho, Julio dos Santos (Lucas, 42'/2ºT) e Nenê; Jorge Henrique e Riascos (Herrera, 10'/2ºT). Técnico: Jorginho.