LANCE!
15/06/2017
16:14
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco é o time que mais vem pecando nas estratégias no Campeonato Brasileiro. Até quando consegue a vitória, erros mostram pontos da equipe que precisam ser trabalhados para que não prejudique a manutenção cruz-maltina na elite nacional do próximo ano. Muitos, inclusive, por culpa do técnico Milton Mendes. O LANCE! detalhou os sete pecados capitais da equipe, que fez com que se tornasse a defesa mais vazada da competição - 17 gols em sete rodadas. Confira!

1ª rodada
Palmeiras 4 x 0 Vasco

A dupla de zaga formada por Rafael Marques e Jomar teve um dos piores desempenhos da temporada. Dois pênaltis foram cometidos pelo Vasco, o que prejudicou o andamento da partida e a derrota não foi evitada.

2ª rodada
Vasco 2 x 1 Bahia

Mesmo na primeira vitória do Vasco no Campeonato Brasileiro falhas foram vistas. Principalmente na questão de posicionamento, com Kelvin no ataque ficando com uma função praticamente nula.

3ª rodada
Vasco 3 x 2 Fluminense

No primeiro clássico disputado no Brasileiro, o Vasco derrotou o Fluminense, mas repetindo falhas vistas nos jogos anteriores. Mais duas penalidades foram cometidas pela equipe comandada por Milton Mendes.

4ª rodada
Grêmio 2 x 0 Vasco

Luis Fabiano foi poupado pela primeira vez de uma viagem e no segundo jogo fora de casa o Vasco, mais uma vez, não se impôs. Wellington estreou e cometeu mais um pênalti. Formação com três volantes não funcionou.

5ª rodada
Vasco 2 x 5 Corinthians

Os principais erros do Vasco nas quatro rodadas anteriores no Campeonato Brasileiro foram vistos de certa forma na goleada sofrida para o Corinthians em casa. A principal foi a falta de efetividade cruz-maltina.

6ª rodada
Vasco 2 x 1 Sport

Mais uma vez, o Vasco pecou na criação, melhorando somente com a entrada de Nenê no decorrer do jogo. Mais um pênalti foi cometido pela equipe e de novo a formação com três volantes acabou não dando certo.

7ª rodada
Chapecoense 2 x 1 Vasco

Na última rodada, disputada quarta-feira passada, Milton Mendes cometeu o maior número de erros até agora. Deixou Luis Fabiano no Rio, "perdeu" Nenê utilizando-o como "falso 9", três volantes acabou com a criação, o lateral-esquerdo Alan improvisado no meio...