Joinville x Vasco (Foto: Divulgação/Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Segundo Tristão Garcia, risco de queda é de 87% (Foto: Divulgação/Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

LANCE!
24/11/2015
10:30
Rio de Janeiro (RJ)

Apesar da vitória e da reconhecida reação do Vasco no segundo turno deste Brasileirão, a situação ainda é complicada. Nestas duas últimas rodadas decisivas na luta contra a degola, o Cruz-Maltino precisará fazer sua parte e secar seus concorrentes diretos.

Segundo o matemático e membro da Academia L! Tristão Garcia, o Vasco precisará de muita competência e sorte nesta reta final, com o time tendo somente 13% de chances de ficar na Série A. Confira:

" A situação é muito delicada, como em todo o Campeonato Brasileiro. Com o ano terminando, o Vasco vai precisar ter sorte e competência para não cair. O time já esteve 99% rebaixado. Agora, as chances de cair são de 87%, tendo 13% de chances de escapar. Isso mostra a dificuldade encontrada pelo clube. Novamente, o time precisará de sorte e competência, juntas.

A alternativa mais viável para escapar é vencer os dois jogos. São poucas as combinações de resultados que façam o Vasco não cair. Ainda tem no páreo Avaí, Figueirense e Coritiba. São os jogos destes times que vão decidir a vida do Cruz-Maltino.

Mas, realmente, o caminho para o Vasco escapar passa por um final arrasador. Duas vitórias são obrigações, sendo uma delas na casa do Coritiba, fazendo melhor ainda que o Fluminense de 2009, que empatou no Couto Pereira. E tem que secar, porque se o Coritiba vencer o Palmeiras, em São Paulo, complica demais.

O Fluminense joga na última rodada em Florianópolis, e acredito na integridade dos jogadores em querer vencer. É ruim para o atleta ter somente três times do Rio na Série A. Isso não é bom.

De fato, tudo indica que o Vasco tem de vencer ou vencer. Alguns resultados aconteceram, os times lá de trás tropeçaram nessas últimas rodadas. Mas as duas vitórias do Coritiba complicaram a situação. O saldo também não ajuda: as goleadas sofridas durante o campeonato prejudicaram agora no final. Nestes dois jogos, só resta ao Vasco somar seis pontos. E secar."