Nenê - Vasco x Sampaio Corrêa

Vasco provou que segue dependente de Nenê (Divulgação)

Vinícius Faustini
20/08/2016
19:00
Rio de Janeiro (RJ)

Desconfiança e vaias marcaram o reencontro entre o Vasco e a Série B. Apresentando um futebol moroso e desorganizado, a equipe de Jorginho não passou de um empate em 1 a 1 diante do lanterna Sampaio Corrêa, neste sábado, pela 20ª rodada. Nenê abriu o placar para os cruz-maltinos no Kleber Andrade, em Cariacica (ES), e Heverton igualou para os maranhenses.

A falta de fôlego na troca de passes e a dependência de Nenê voltaram a aparecer). Diante de um adversário recuado, a equipe finalizou apenas aos 15 minutos, com Éderson. No lance seguinte, Nenê bateu por cima do travessão.

Em um raro momento no qual soltou suas amarras, o Vasco abriu o placar. Andrezinho lançou Madson que, dentro da área, foi atingido no peito por Luís Otávio .Nenê converteu o pênalti deslocando Rodrigo Ramos, aos 30.
A vantagem acelerou o ritmo do Vasco, que desperdiçou duas chances com Éder Luís. Porém, ainda na etapa inicial, a equipe maranhense foi encontrando brechas com Pimentinha e deu calafrios à torcida. Luís Otávio cabeceou na trave, e Wagner Fogolari, livre, assustou, dando alerta para a etapa final.

Após o intervalo, o Cruz-Maltino voltou a apostar na cadência, e o Sampaio Corrêa atravessou seu ritmo. Emercino lançou falta para a área e Heverton subiu mais do que os zagueiros para empatar aos quatro.

O gol sofrido atordoou por completo o Vasco. No minuto seguinte, Elias desperdiçou rente à trave nova chance. Em seguida, Pimentinha avançou como e obrigou Martín Silva a salvar por duas vezes. Jorginho optou por mudanças drásticas para o time se reencontrar: Thalles entrou no lugar de Jorge Henrique e passou a ser homem de área. Yago Pikachu substituiu Éder Luis, em uma mescla de dar velocidade e conter os contra-ataques.

Porém, à exceção de uma finalização de Éderson que parou na trave, o Cruz-Maltino era pouco incisivo. Bem postado, o Sampaio Corrêa ainda viu Pimentinha exigir novamente Martín Silva e os maranhenses quase saíram com a vitória, mas o árbitro anulou gol de cabeça de Elias aos 40 minutos.

Ao apito final, o torcedor do Vasco teve certezas: de que a Série B continuará a trazer armadilhas, e a equipe ainda tem muito a trabalhar.


FICHA TÉCNICA

VASCO 1x1 SAMPAIO CORRÊA

Data: 20-08-16
Estádio: Kleber Andrade, em Cariacica (ES)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Pablo Almeida da Costa (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Cartão amarelo: Nenê, Jomar (VAS), Enercino, Luís Otávio, Heverton, Wagner (SAM)

Gol: Nenê, 30/1T (1-0) e Heverton, 4/2T (1-1).

VASCO: Martín Silva, Madson (Evander, 39/2T), Jomar, Rafael Marques e Henrique; Diguinho, Andrezinho e Nenê; Eder Luís (Yago Pikachu, 22/2T), Jorge Henrique (Thalles, 13/2T) e Ederson. Técnico: Jorginho

SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Ramos, Eder Sciola, Wagner Fogolari, Luis Otávio e Renan Luís (Heverton, intervalo); Diogo Orlando, Tássio, Rayllan e Enercino (Lucas Sotero, 21/2T); Pimentinha e Elias (Thiago Santos, 48/2T). Técnico: Flávio Araújo