icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/08/2015
08:00

Diante da pior campanha da história do Vasco no Campeonato Brasileiro, não resta outra saída a não se começar a ganhar o quanto antes para que o Cruz-Maltino consiga, ao menos, sonhar com a permanência na Série A. Faltam 17 rodadas para o término da competição e, daqui até lá, o time de Jorginho precisa dar uma guinada na campanha. Mais precisamente, ter um aproveitamento de equipes que disputam o G4.

Logo após a derrota para o Figueirense, a quarta consecutiva do Vasco no Brasileirão, o técnico Jorginho revelou que acredita que a equipe possa se livrar do terceiro rebaixamento em oito anos se fizer 42 ou 43 pontos. Para isso, o Cruz-Maltino teria que alcançar 30 pontos em 17 jogos, um aproveitamento de 58%, semelhante ao de clubes que brigam pelo G4. Atualmente, são 13 pontos em 21 partidas.

- Sabemos que, com a média daquilo que tenha acontecido, talvez diminua porque muito time nem passou de 20 pontos no primeiro turno. Pode ser que com 42 ou 43 dê para se livrar. Isso nos daria uma tranquilidade e, aí sim, podemos acreditar. Por incrível que pareça, pelo decorrer das circunstâncias, um ponto neste sábado não seria excelente, mas já seria alguma coisa. Não adianta pensar em ganhar dez jogos diretos, mas temos que engatar alguma vitória - disse Jorginho.

No mês de agosto, o Cruz-Maltino teve cinco confrontos diretos contra equipes que estavam na parte de baixo da tabela. O discurso, antes desta sequência, era de que seriam partidas fundamentais para a guinada da equipe no Brasileirão. O mês acaba amanhã e o desempenho foi pífio: quatro derrotas para Santos, Coritiba, Goiás e Figueirense, e um empate com o Joinville. Fica difícil para o mais otimista acreditar em salvação.

Diante da pior campanha da história do Vasco no Campeonato Brasileiro, não resta outra saída a não se começar a ganhar o quanto antes para que o Cruz-Maltino consiga, ao menos, sonhar com a permanência na Série A. Faltam 17 rodadas para o término da competição e, daqui até lá, o time de Jorginho precisa dar uma guinada na campanha. Mais precisamente, ter um aproveitamento de equipes que disputam o G4.

Logo após a derrota para o Figueirense, a quarta consecutiva do Vasco no Brasileirão, o técnico Jorginho revelou que acredita que a equipe possa se livrar do terceiro rebaixamento em oito anos se fizer 42 ou 43 pontos. Para isso, o Cruz-Maltino teria que alcançar 30 pontos em 17 jogos, um aproveitamento de 58%, semelhante ao de clubes que brigam pelo G4. Atualmente, são 13 pontos em 21 partidas.

- Sabemos que, com a média daquilo que tenha acontecido, talvez diminua porque muito time nem passou de 20 pontos no primeiro turno. Pode ser que com 42 ou 43 dê para se livrar. Isso nos daria uma tranquilidade e, aí sim, podemos acreditar. Por incrível que pareça, pelo decorrer das circunstâncias, um ponto neste sábado não seria excelente, mas já seria alguma coisa. Não adianta pensar em ganhar dez jogos diretos, mas temos que engatar alguma vitória - disse Jorginho.

No mês de agosto, o Cruz-Maltino teve cinco confrontos diretos contra equipes que estavam na parte de baixo da tabela. O discurso, antes desta sequência, era de que seriam partidas fundamentais para a guinada da equipe no Brasileirão. O mês acaba amanhã e o desempenho foi pífio: quatro derrotas para Santos, Coritiba, Goiás e Figueirense, e um empate com o Joinville. Fica difícil para o mais otimista acreditar em salvação.