David Nascimento
17/06/2017
21:35
Rio de Janeiro (RJ)

Em uma noite que de tudo aconteceu, neste sábado em São Januário, o Vasco derrotou o Avaí por 1 a 0 pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Confusões nas arquibancadas, protestos contra o presidente Eurico Miranda e um apagão durante 27 minutos marcaram o confronto. Coube ao Yago Pikachu dar a eletricidade necessária para o Cruz-Maltino fazendo o gol da vitória.

No campo, Milton Mendes colocou o time titular mais pedido pelos torcedores. Nenê, Mateus Vital e Luis Fabiano juntos na formação, sem o terceiro volante, contribuiu para um início de jogo forte do Vasco, buscando espaços diante de um Avaí sem forças ofensivas.


O Vasco tinha mais volume, mas teve o ímpeto freado por conta da falta de energia elétrica aos 14 minutos do primeiro tempo. Kozlinski, goleiro do Avaí, teve 27 minutos para respirar – período que São Januário ficou no escuro – e pensar no que fazer para parar com tentativas cruz-maltinas.

Neste período, torcedores foram unânimes em protesto contra o presidente Eurico Miranda. Um coro com o grito dos vascaínos tomou conta do estádio. Nas arquibancadas, mais confusões, bem lamentáveis, com os policiais utilizando tiros de borracha e spray de pimenta para dispersão.

Com tudo controlado, a bola voltou a rolar e com a eletricidade de Yago Pikachu assim como o homônimo Pokemón. Aos 19 minutos, Nenê fez grande jogada pelo lado esquerdo do gramado, achou Pikachu livre. Ele teve apenas o trabalho de escorar para estufar as redes de Kozlinski.

Atrás do marcador, o Avaí começou a tentar a sair um pouco mais para o ataque, apesar de não ter objetividade. Os catarinenses conseguiram criar ainda antes do intervalo uma chance de gol aos 44, com Juan obrigando Martin Silva a fazer boa defesa para garantir a vitória parcial do Vasco dentro de casa.

No segundo tempo, o Vasco recuou o seu jogo e esperou o Avaí ir para cima, com a estratégia do contra-ataque. A qualidade técnica do espetáculo acabou caindo significativamente, com o aguardo de o fim de jogo ser apitado pelo árbitro.

Vasco garantiu a vitória, mas mais uma vez não convenceu seus torcedores em campo. Quarta-feira é dia de clássico com o Botafogo no Nilton Santos e o desempenho precisa melhorar para que o time se ajeite de vez e passe a ter um futebol agradável. Com gols e sem protestos.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 0 AVAÍ


Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 17/6/2017 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Renda/público: R$ 299.330,00/9.966 pagantes/10.993 presentes
Cartões amarelos: Evander, Nenê, Paulão, Mateus Vital (VAS) e Juan (AVA)

GOL: Yago Pikachu 19'/1ºT (1-0)

VASCO: Martin Silva, Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Douglas e Jean (Wellington 20'/1ºT); Yago Pikachu (Manga 19'/2ºT), Mateus Vital (Andrezinho 33'/2ºT) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes.

AVAÍ: Kozlinski, Leandro Silva, Gustavo, Airton e Capa; Judson, Simião (Pedro Castro 23'/2ºT), Marquinhos (Lourenço 33'/2ºT), Juan e Diego Tavares (Willians Santana 16'/2ºT); Rômulo. Técnico: Claudinei Oliveira.