Diguinho

Diguinho pode desfalcar o Vasco em até 24 partidas (Foto: Celso Pupo/Fotoarena/Lancepress!)

LANCE!
01/06/2016
19:38
Rio de Janeiro (RJ)

As confusões no jogo entre Vila Nova e Vasco, mês passado, no Mané Garrincha, em Brasília, serão julgadas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva a partir das 17h de segunda-feira. Os clubes podem ser multados e perderem até dez mandos de campo, enquanto Jean, do Vila Nova, e Diguinho, do Vasco, podem ser suspensos com duras penas.

No início do segundo tempo, as torcidas nas arquibancadas do Mané Garrincha fizeram uma confusão, com a policia militar precisando agir com spray de pimenta para conter os ânimos. A partida chegou a ser paralisada. Vila Nova e Vasco da Gama foram denunciados no artigo 213, incisos I e III, do CBJD, com pena para mandante e visitante de multa entre R$ 100 e R$ 100 mil e perda de até dez mandos de campo.

Já Diguinho responderá por dupla agressão física descrita no artigo 254-A do CBJD. Segundo relato do árbitro na súmula, ele foi expulso por segurar com a mão o pescoço do adversário, além de ter dado um soco na boca de um dos policiais. A pena prevista por cada infração é de quatro a 12 jogos - podendo, assim, chegar a 24 partidas de suspensão.

Pelo Vila Nova, Jean responderá no julgamento de segunda=feira por agressão física na forma tentada (artigo 254-A, na forma do artigo 157 do CBJD). Caso seja punido, o jogador da equipe goiana pode receber suspensão de dois a seis jogos.