Vasco x Remo
David Nascimento
27/04/2016
23:43
Rio de Janeiro (RJ)

Sem muita dificuldade, o time alternativo do Vasco derrotou o Remo por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, em São Januário. A vitória classificou o time comandado por Jorginho para a segunda fase da Copa do Brasil. Em campo, destaque para a obediência tática dos jogadores, e brilho da garotada da base, que manteve o ritmo e fez a equipe chegar a 23 jogos de invencibilidade.

Apesar de ter resolvido nem relacionar seis titulares (Madson, Rodrigo, Julio Cesar, Julio dos Santos, Andrezinho e Jorge Henrique) de olho na final do Carioca, o técnico Jorginho conseguiu fazer o Vasco impor o seu ritmo desde o início. As falhas pontuais ocorreram no posicionamento, ao ceder espaço pelos lados, mas sem atrapalhar em campo.

Com a posse de bola, o Vasco chegava com facilidade ao ataque. Aos 18 minutos, Eder Luis arriscou de longe e o goleiro Fernando Henrique fez boa defesa para o Remo. Riascos pegou o rebote e cruzou na área, mas ninguém conseguiu escorar para o gol. Já aos 32, Evander recebeu na direita, cortou e mandou forte com perigo por cima da meta. Dez minutos depois, Eder Luis teve nova chance após passe de Yago Pikachu, mas sem superar o arqueiro de novo.

Na volta do intervalo para o segundo tempo, o Remo tentou furar a defesa do Vasco, mas esbarrava no último passe. Os comandados de Jorginho, sempre lembrando da vantagem do empate para se classificar, buscavam o gol, mas sem afobação. Até aos 14 minutos, quando Eder Luis saiu para Caio Monteiro entrar, e o Vasco passou a ser certeiro.

Copa do Brasil - Vasco x Remo (foto:Paulo Sergio/LANCE!Press)
Nenê foi titular por 90 minutos (foto:Paulo Sergio/LANCE!Press)

Essa melhora do Vasco foi vista cinco minutos depois da entrada de Caio Monteiro. Em uma bela trama com quase todos da base, Henrique achou Evander, que tocou para Nenê. O próprio Caio Monteiro pegou a sobra e estufou as redes. Mais cinco minutos e surgiu o segundo gol carioca. Evander cobrou escanteio e Rafael Vaz subiu mais alto para ampliar e alegria de todos vascaínos.

Com o 2 a 0 do Vasco, o Remo não teve outra escolha a não ser ir para o tudo ou nada. Aos 28, Ciro finalizou cruzado e o goleiro Martin Silva fez grande defesa. Um minuto depois, porém, o arqueiro uruguaio não teve sorte e Max conseguiu descontar. Vasco na segunda fase, onde pega o CRB. Antes, tem o Botafogo pela final do Carioca e chega como favorito.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 1 REMO


Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 27/4/2016 - 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Leandro Matos Feitosa (SP) e Fabricio Porfirio de Moura (SP)
Renda/público: R$ 65.945,00/2.254 pagantes
Cartão amarelo: Diguinho (VAS)

GOLS: Caio Monteiro 19'/2ºT (1-0), Rafael Vaz 24'/2ºT (2-0) e Max 29'/2ºT (2-1)

VASCO: Martin Silva, Yago Pikachu, Rafael Vaz, Luan e Henrique; Marcelo Mattos, Diguinho, Evander (Andrey 29'/2T) e Nenê; Eder Luis (Caio Monteiro 14'/2ºT) e Riascos (Thalles 20'/2ºT). Técnico: Jorginho.

REMO: Fernando Henrique, Levy, Henrique, Max e Fabiano; Lucas Garcia, Chicão (João Victor 39'/2ºT), Alisson (Welthon 12'/2ºT) e Eduardo Ramos; Marco Goiano e Ciro. Técnico: Marcelo Veiga.