Jorginho e Zinho de bate-papo - Vasco x Oeste

Jorginho e Zinho dialogam sobre a fase do Vasco (Foto: Jorge Rodrigues/Eleven)

David Nascimento
15/09/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Após 25 rodadas na Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco segue líder pelo critério de desempate. Com os mesmos 45 pontos do Atlético-GO, a equipe comandada por Jorginho continua no topo da tabela por ter vencido 13 vezes (contra 12 do rival). Com a liderança ameaçada e a torcida preocupada com a situação da equipe, o elenco acalma os ânimos.

Um dos líderes do Vasco, o goleiro Martin Silva foi um dos que analisou o momento e ressaltou que não há necessidade de o time se preocupar pelo fato de o Atlético-GO ter a mesma pontuação vascaína. A diferença para o Londrina, primeiro time fora da zona de classificação para a elite do futebol brasileiro, ficou em sete pontos.

– O resultado não foi favorável para o Vasco, estávamos próximos de conquistar três pontos, porém acabou sendo justo. O Goiás criou mais chances claras de gol. O importante é que nos mantivemos na liderança. Não estamos preocupados em dividi-la, até porque aumentamos a diferença para as outras equipes do G4 – analisou.

O desempenho do Vasco é instável. O primeiro tempo diante do Goiás, terça-feira, foi aquém do esperado, com a equipe melhorando somente na etapa final. Martin Silva chamou a atenção para este ponto para o time voltar a deslanchar.

– Temos que nos preocupar mesmo com o rendimento durante os 90 minutos. Não fizemos muita coisa no primeiro tempo, apenas na segunda etapa melhoramos. A tabela está tranquila, sexta-feira (amanhã) jogaremos de novo e podemos ficar isolados outra vez – completou o goleiro uruguaio de São Januário.

Preocupando ou não, o torcedor do Vasco quer deixar estes sentimentos de lado. Para isto, o time em campo precisa voltar a corresponder como o esperado. O acesso à elite do futebol brasileiro está em jogo.

OPINIÃO DA REDAÇÃO

"Não é motivo para se preocupar, pois já aconteceu e depois o Vasco criou gordura"
HUGO MIRANDELA
Repórter do LANCE!

"Alerta ligado. Subir como campeão é obrigação. E o time segue irregular"
VINÍCIUS BRITTO
Repórter do LANCE!