Nene - Vasco

Nenê vê pontos positivos e negativos com provável equipe alternativa do Peixe (Foto: Cleber Mendes/Lancepress!)

Patrick Monteiro
26/11/2015
19:24
Rio de Janeiro (RJ)

Vencer não é o suficiente. Para o Vasco, é preciso fazer o seu papel e secar os adversários na luta contra o terceiro rebaixamento de sua história. Neste domingo, o Cruz-Maltino recebe o Santos em São Januário, às 17h, sabendo que, em caso de tropeço, pode ver seu destino na temporada ser selado da pior forma e antecipada. Por isso, o líder da equipe na arrancada pela permanência na Série A não quer pensar em distração com os outros jogos da rodada.

- Temos que concentrar no que temos que fazer. Se não entrarmos 100%, não adianta nada. Independentemente de qualquer resultado, se não fizermos o nosso, não adianta nada. Temos que conquistar os três pontos e esperar que os outros resultados nos ajudem - frisou o atacante Nenê, em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira, após o treino fechado comandado pelo técnico Jorginho.

Por falar em atenções divididas, o oponente da vez tem uma batalha na próxima quarta-feira. O Alvinegro Praiano vai visitar o Palmeiras, no segundo embate das finais da Copa do Brasil. E, apesar de ter vencido o duelo de ida em casa por 1 a 0, Dorival Júnior já confirmou que mandará um time alternativo para o Rio de Janeiro. Nada que aumente as esperanças dos vascaínos.

- As vantagens são que os reservas não têm o ritmo de jogo que os titulares têm. E a desvantagem é que eles vão entrar querendo (jogo). De qualquer maneira, seria complicado - avaliou o camisa 10 cruz-maltino.

Para o duelo com o Peixe, o Vasco não terá o zagueiro Luan, suspenso após receber o terceiro cartão amarelo, na partida contra o Joinville. Dessa forma, Rafael Vaz, que ocupou a vaga de Rodrigo - fora do confronto em Santa Catarina pelo mesmo motivo - deve ser mantido na equipe. Já o atacante Rafael Silva estará à disposição do treinador. Ele teve seu recurso julgado nesta quinta-feira, pelo STJD, e pegou apenas um jogo de gancho, já cumprido.

Em 18° lugar, o Cruz-Maltino soma 37 pontos e está a três da porta de saída do Z4. Por sua vez, o time da Vila Belmiro, sexto com 55, tenta beliscar uma vaga entre os quatro primeiros colocados.