Nenê

Quase onipresente no Vasco, Nenê joga nesta terça-feira pela Série B (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

David Nascimento
24/05/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Com a camisa do Vasco, Nenê é um homem de ferro. Desde que chegou ao clube, no segundo semestre de 2015, ele surpreende a comissão técnica. Participou de quase 96% dos jogos (46 de 48). Isso apesar de ter 34 anos. Nesta terça-feira, às 21h30, diante do Vila Nova, em Brasília, o camisa 10 de São Januário vai marcar presença mais uma vez. O site do LANCE! transmite a partida em tempo real.

A forma física de Nenê impressiona, aliada com a determinação de ajudar o Vasco. Seja com gols, assistências ou até mesmo a própria experiência, ele faz questão de não ficar fora de jogos até que outros titulares descansam. Das duas vezes que não entrou em campo, uma foi por ter sido poupado contra o São Paulo, na Copa do Brasil de 2015, e outra diante do Friburguense, no Campeonato Carioca deste ano, suspenso pelo terceiro amarelo.

Contam positivamente neste cenário o histórico sem lesões de Nenê, junto com o trabalho feito pelo gerente científico Alex Evangelista no Caprres. Quando joga, geralmente é por 90 minutos. Apenas em seis das 46 partidas que participou, o jogador foi substituído, totalizando 21 minutos fora. Nenê comentou sobre a fase.

– Espero continuar jogando. Se chegar uma hora que tiver que poupar, vou ouvir com certeza a comissão. Idade pode estar avançada, mas trabalhando da maneira correta isso não interfere em nada. Dá para jogar bastante jogos seguidos e ajudar o Vasco – afirmou o camisa 10 do clube em recente entrevista.


Ser de ferro ou não, pouco importa para o torcedor do Vasco. Os 19 gols que fez desde que chegou ao clube faz de Nenê um dos principais responsáveis pela invencibilidade de quase sete meses, que pode chegar nesta terça-feira a 30 jogos. Números que representam o bom trabalho.

A REGULARIDADE DE NENÊ NO VASCO

Primeiro jogo
A estreia de Nenê com a camisa do Vasco foi disputada em 15 de agosto do ano passado. Na ocasião, o camisa 10 de São Januário não deu muita sorte para a equipe, que saiu de campo com derrotada pelo Coritiba: 1 a 0.

Em campo - 2015
O Vasco disputou no ano passado 24 partidas desde que foi acertada a contratação de Nenê. O camisa 10, sem histórico de lesões e com um contínuo trabalho feito em conjunto com o gerente científico Alex Evangelista no Caprres, ficou fora de apenas uma partida: a segunda partida diante do São Paulo pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Em campo - 2016
A sequência de Nenê com o Vasco teve prosseguimento ao longo desta temporada. Dos 24 jogos já disputados pela equipe, o camisa 10 de São Januário entrou em campo em 23 oportunidades. Foi desfalque somente no confronto contra o Friburguense, pelo Carioca, por conta de suspensão após receber três cartões amarelos.

Pouco substituído
Nas 48 partidas que o Vasco disputou depois da contratação de Nenê, destas 46 com o camisa 10 em campo, o jogador foi substituído pelo técnico Jorginho somente em seis oportunidades. O acúmulo do tempo que ficou fora nestes casos é baixo: 21 minutos.

Sorte ao Vasco
E com Nenê em campo nestas 46 partidas, o Vasco tem um bom aproveitamento de resultados. Foram 26 vitórias, 13 empates e somente sete derrotas. O camisa 10 de São Januário balançou as redes adversárias 19 vezes.

LANCE! Footstats - Nenê no Vasco
Jogos 46
Gols 19
Assistências 15
Dribles 14
Finalizações 63
Lançamentos 74
Desarmes 40
Rebatidas 7