Nenê - Vasco x Goiás

Nenê está de sorriso aberto no Vasco (Foto: Celso Pupo / Agência Lancepress)

David Nascimento
15/08/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco terminou o primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro com nove pontos de vantagem para para o 5º colocado. Para muitos, o clube, inclusive, já subiu. Não para Nenê. A estrela de São Januário afirmou da necessidade em manter a concentração para conseguir o quanto antes o retorno, e ainda lembrou da confiança que tem pelo título da Copa do Brasil, que dá vaga na Copa Libertadores de 2017.

– Não creio que o Vasco já subiu. É claro que estamos no caminho certo, mas temos que continuar com a mesma concentração, com foco na Série B do Campeonato Brasileiro para sermos campeões. E a Copa do Brasil realmente é a cereja do bolo, estamos muito confiantes neste torneio a cada fase que passamos, e vamos com tudo para ganhar – afirmou Nenê.

Aos 35 anos, há quem pergunte quando Nenê irá pendurar as chuteiras. O camisa 10 do Vasco, entretanto, não pensa agora em aposentadoria. Nenê disse pretender seguir atuando em alto nível em mais três ou quatro anos. E mais: há chance de terminar em São Januário.

– Ainda não pensei na aposentadoria. Mas é uma possibilidade sim, encerrar a minha carreira no Vasco. Penso agora em jogar em alto nível mais uns três ou quatro anos. Depois eu penso em pendurar as chuteiras (risos) – afirmou o camisa 10.

Nenê ainda falou mais uma vez do sonho de ir para a Seleção Brasileira. Nesta segunda-feira, o técnico Tite faz a sua primeira convocação. O meia acredita:

– Tite ainda não me ligou (risos). Tomara que seja uma surpresa ser chamado pelo Brasil nesta segunda-feira.

BATE-BOLA
Nenê - meia do Vasco


‘Meu primeiro ano de Vasco foi muito positivo. Realmente incrível’

Como você analisa o desempenho no primeiro ano de Vasco?
Esse meu primeiro ano de Vasco foi muito positivo. Realmente incrível, um ano maravilhoso. Mesmo com a tristeza do rebaixamento. Queria salvar o Vasco da queda, mas faço um balanço positivo. Números elevados, fico até muito feliz com os gols e assistências que consegui acumular.

O Vasco no primeiro turno goleou o Sampaio. Isso se repetirá?
Futebol não é assim, é complicado. Sabemos como os times já vêm contra a gente sempre fechados. O importante é vencer, os três pontos. Se for jogando bem com placar grande, tudo bem. Caso não ocorra isso, ganhar de 1 a 0 estaremos felizes.

Está 100%?
Fiquei duas semanas parado. E ainda não estava 100% quando retornei. A ideia era jogar 45 minutos, acabei ficando o jogo inteiro, foi surpresa, mas minha perna não estava 100%. Nesta parada estou trabalhando para fortalecer e estar 100%. E o ritmo de jogo vem aos poucos com o tempo.