David Nascimento
28/05/2016
18:40
Rio de Janeiro (RJ)

"Uh, vai para cima, é o Trem da Bala da Colina!". Esta frase, gritada pelos mais de nove mil torcedores que foram a São Januário na tarde deste sábado, resume com perfeição a fase do Vasco. A vitória por 4 a 3 sobre o Bahia, que manteve a invencibilidade vascaína, agora de 31 jogos, apenas foi um detalhe em comparação na importância de Nenê para a sequência incrível vivida pelo time comandado por Jorginho, líder da Série B.


Antes de a bola rolar, a expectativa era a de que o Bahia fosse o adversário mais difícil do Vasco nesta Série B. Porém, o que se viu em campo no primeiro tempo foram os baianos frágeis, com os cariocas tendo facilidade para chegar com perigo ao gol defendido por Marcelo Lomba.

Não demorou muito para o Vasco fazer o primeiro gol. Aos 17 minutos da etapa inicial, Julio dos Santos achou Yago Pikachu, que desceu com velocidade. Lomba errou e a bola sobrou para Thalles estufar as redes. Primeiro gol depois que assumiu a titularidade com a saída de Riascos, em uma tarde especial por ter sido a partida de número 100 pelo Vasco.

O Vasco seguiu pressionando. Aos 19, Eder Luis acertou a trave e no rebote, Nenê obrigou Marcelo Lomba a fazer grande defesa. Aos 30, o camisa 10 retribuiu, mas a finalização de Eder passou por cima da trave. Já aos 39, Nenê cobrou escanteio na cabeça de Thalles, Lomba espalmou nos pés de Luan, que ampliou.

Doriva no intervalo deu um jeito parcial nos jogadores do Bahia, que voltaram para o segundo tempo ligados. Tanto que aos quatro minutos, em contra-ataque, Luisinho não desperdiçou e diminuiu o placar. A equipe baiana ainda chegou ao empate aos 19, com Danilo Pires. Mas Doriva não contava com o fator Nenê, que mais uma vez decidiria a partida.


Dois minutos depois do empate, Yago Pikachu, em uma atuação muito boa, achou Nenê. O camisa 10 provou de novo ter estrela e mandou direto, um golaço! Nenê, já aos 33, fez seu sétimo gol na Série B em quatro jogos, em cobrança de falta com perfeição! Ainda deu tempo para o próprio Nenê sofrer um pênalti, ir para a cobrança e mandar por cima. E Bruno Gallo fazer contra aos 44. Vitória do Vasco, invencibilidade mantida e com muita festa para o Nenê!

FICHA TÉCNICA
VASCO 4 X 3 BAHIA


Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 28/5/2016 - 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Pablo Almeida da Costa (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Renda/público: 9.014 presentes / 7.757 pagantes / R$ 260.510,00
Cartões amarelos: Thalles, Jorge Henrique (VAS) e Hernane, Luisinho (BAH)

GOLS: Thalles 17'/1ºT (1-0), Luan 38'/1ºT (2-0), Luisinho 4'/2ºT (2-1), Danilo Pires 19'/2ºT (2-2), Nenê 21'/2ºT (3-2), Nenê 33'/2ºT (4-2) e Bruno Gallo contra 44'/2ºT (4-3)

VASCO: Jordi, Yago Pikachu, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos e Julio dos Santos (Bruno Gallo 35'/2ºT); Eder Luis (William Oliveira 37'/2ºT), Nenê e Jorge Henrique; Thalles (Caio Monteiro 32'/2ºT). Técnico: Jorginho.

BAHIA: Marcelo Lomba, Tinga, Lucas Fonseca, Jackson e João Paulo; Feijão, Paulo Roberto (Luisinho intervalo), Danilo Pires e Renato Cajá (Gustavo Blanco 21'ºT); Thiago Ribeiro (Edigar Junio intervalo) e Hernane. Técnico: Doriva.