LANCE!
09/02/2017
16:57
Londrina (PR)

Em busca de reforçar a defesa do time, Vasco demostra interesse na contratação do zagueiro Matheus, do Londrina. Na temporada passada, o time teve a zaga menos vazada do Campeonato Brasileiro Série B, e, apesar de ter terminado o torneio na 6ª colocação, sofreu apenas 29 gols.

Revelado nas categorias de base do Londrina, o zagueiro de 25 anos começou a ter espaço em 2015. Em 2016, Matheus chamou a atenção pelo desempenho que teve nos 26 jogos, quando consegui belas jogadas aéreas e se mostrou forte na marcação, despertando interesse do Internacional e Vasco. Por conta de lesão, o atleta passou um tempo longe dos gramados, o que fez com que perdesse titularidade no time.

Nesta temporada, Matheus participou apenas do jogo contra o Avaí, pela Primeira Liga, quando o Londrina venceu por 1 a 0. Em 2017, o atleta vem disputando vaga com Luizão e Marcondes, dupla que tem sido escalada nas últimas partidas pelo técnico Claudio Tencati.

Até agora, a diretoria do Londrina afirmou que o jogador está em negociação, mas não disse com qual clube e a SM Sports, que gerencia a carreira do atleta, também não se manifestou sobre o assunto. Ao L!, Daniel Piva, do setor esportivo da Rádio Transamérica Curitiba, declarou que Matheus tem boas características, tendo como principal o jogo aéreo, e teve papel importante na campanha do time em 2016.

- Matheus é um atleta de 25 anos que passou a ganhar espaço no Londrina na temporada passada. Foi um dos bons nomes da defesa do time, que foi o principal trunfo da campanha na Série B de 2016. A principal característica dele é o jogo aéreo, já que é um atleta com 1,92m de altura. A defesa do Londrina em 2016 tinha como característica a firmeza na marcação. Era um time que não tinha vergonha de fazer falta e de explorar ligação direta.

Ainda sobre a possível chegada de Matheus no Cruz-Maltino, o jornalista afirma que não deve ser criada a expectativa de o jogador resolver os problemas da defesa.

- Acredito que se Matheus for para o Vasco da Gama ele irá, pelo menos no primeiro momento, apenas compôr o elenco. Não acredito que ele seja a solução para a defesa vascaína, mas sim uma peça para fazer sombra aos titulares do setor.