Thalles é a aposta de Jorginho para 2016

Thalles é a aposta de Jorginho para 2016 (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Matheus Babo
13/01/2016
10:00
Pinheiral (RJ)

Já não é mais segredo para ninguém que o Vasco está buscando a contratação de uma camisa 9. O técnico Jorginho e a diretoria tratam a chegada de um goleador como prioridade para o time na temporada e vários nomes estão sendo oferecidos para a direção. A bola da vez é o ítalo-brasileiro Amauri, mas o elenco confia nos nomes que tem à disposição. Prova disso é que o zagueiro Luan rasgou elogios ao amigo Thalles, jovem promessa das categorias de base do clube.

- Não posso falar muito sobre isso. O Vasco tem pessoas competentes para observar o mercado. O que eu falo é que jogador de qualidade é sempre bem-vindo. Eu confio muito no Thalles. É só vocês olharem os treinos. Ele está se dedicando muito. Tem o Riascos, que é brigador, o Caio Monteiro que subiu e é goleador. Hoje eu prefiro contar com quem já está aqui, mas se chegar alguém, vai ser bem recebido - disse o zagueiro após o treino desta terça-feira.

Thalles é uma aposta do técnico Jorginho para esta temporada. O jogador chegou a ter problemas com o treinador no ano passado. Em uma entrevista coletiva após um jogo do Campeonato Brasileiro, o comandante chegou a dizer que estava de "por aqui" com o atacante. Já na primeira entrevista em 2016, Jorginho mostrou muita confiança no jogador e revelou que tem conversado e o orientado bastante.

O Vasco começou a temporada com quatro nomes para a posição: Leandrão, Thalles, Riascos e Caio Monteiro. Desses, Leandrão foi emprestado ao Boavista para a disputa do Campeonato Carioca. Thalles e Caio Monteiro (que será observado neste período de pré-temporada) são crias da base e Riascos tem contrato - que não deve ser renovado - até maio.

No primeiro treino em que esboçou um time titular para 2016, Jorginho utilizou Riascos naquela posição. O colombiano foi quem terminou a temporada passada como titular da equipe, ganhando a vaga de Leandrão, que foi titular em boa parte da arrancada vascaína no fim do Brasileirão.