Hugo Mirandela
26/10/2017
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de passar nove jogos sem perder para o Flamengo, de 2015 ao início de 2017, o Vasco ainda não conseguiu vencer o Rubro-Negro este ano. Em quatro partidas, o Cruz-Maltino acumula duas derrotas e dois empates. Perto de mais um clássico contra o rival, que ganha ainda mais importância por causa da briga pelo G7, o time do técnico Zé Ricardo pode tirar lições dos duelos deste ano para sair com a vitória no sábado, no Maracanã.

Nos jogos contra o Fla em 2017, o Vasco teve muita dificuldade em impor o seu jogo. Quando conseguiu fazer isso, no primeiro tempo da partida pela Taça Rio, foi melhor que o adversário e desceu para o intervalo vencendo por 1 a 0. No entanto, depois Luis Fabiano foi expulso no começo do segundo tempo e o Cruz-Maltino levou a virada, chegando ao empate nos acréscimos. Por isso, o volante Jean destaca que a equipe precisa se impor, porque assim é difícil de ser batido.

– Então, nós temos que saber nos impor. A partir do momento que conseguimos impor nosso ritmo de jogo, o Vasco é uma equipe difícil de se enfrentar hoje. Tanto que algum técnico aí falou, acho que foi o Jair, que enfrentou o Vasco no pior momento, porque estamos crescendo e está sendo difícil de bater de frente – comentou o volante.

– Para esse jogo vamos com o time mais completo, com mais tempo jogando junto, com exceção do Breno que está suspenso. Acho que é um jogo que temos que ser inteligentes. Quanto menos errar, menos dar oportunidade de eles jogarem, melhor. Sabemos do potencial da equipe deles, assim como nós temos também – disse Jean.

Um ponto que o Vasco também pode aprender com as outras partidas é a produção no ataque, que segue sendo o problema na equipe.