David Nascimento
16/05/2018
17:21
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco sofreu mais uma derrota na Justiça. A desembargadora Patrícia Ribeiro Serra Vieira, da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, julgou e negou na última terça-feira recurso do clube contra penhora de R$ 1.167.685,72 do patrocínio com a Caixa Econômica Federal por dívida com a croata Natasa Leto, também conhecida por Nataša Osmokrović, ex-jogadora de vôlei do Cruz-Maltino no início deste século.

Natasa jogou no time de vôlei do Vasco na temporada 2000/2001 - o time foi vice-campeão da Superliga Feminina de Vôlei na ocasião. A croata está desde 2005 está na Justiça tentando receber atrasados. Conseguiu no período várias penhoras, mas o clube seguia recorrendo e evitando o pagamento. Em 2017 foi feito um acordo entre as partes, mas descumprindo depois, fazendo com que a ex-jogadora acionasse a Justiça novamente.

Com a decisão (veja a íntegra abaixo), a verba de patrocínio do Vasco com a Caixa, em contrato master válido durante o ano passado, seguirá penhorada, frustrando os desejos do clube para liberação deste valor de olho no momento financeiro delicado que vive. Ainda não está definido se a diretoria do Vasco irá promover a entrada de outros recursos, inclusive em instâncias superiores, após perdas nos dois graus judiciários iniciais.

placeholder