Bahia x Vasco

Jorginho vê com naturalidade a pressão pela qual o Vasco sofre (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

LANCE!
04/09/2016
08:15
Salvador (BA)

A derrota para o Bahia no sábado passado aumentou a má fase que o Vasco atravessa na reta final da temporada. O resultado desfavorável na Arena Fonte Nova foi o sexto jogo seguido do Cruz-Maltino sem triunfos, o que fez com que a liderança e até mesmo a permanência no G4, algo que o clube sustenta desde a primeira rodada da Série B, ficassem ameaçadas.

Ciente do momento delicado, o técnico Jorginho se mostrou preparado para as cobranças e pressão que ele e a equipe vão sofrer até a próxima partida, contra o Oeste, em São Januário, no próximo sábado.

- Nossa vida é de pressão o tempo todo. Não tem outra forma de pensar. Se tivéssemos vencido dois desses jogos, estaríamos em uma situação confortável. Futebol é assim, temos que encarar essa situação, o momento que a equipe está passando. Vamos ter uma semana de trabalho que vai nos ajudar muito - declarou.

O treinador mais uma vez fez questão de enfatizar o espírito de entrega dos jogadores mesmo com o resultado adverso:

- Não acho que faltou intensidade. Contra o Vila Nova, não poderíamos entrar daquele jeito, mas contra o Bahia e contra o Tupi, não vejo assim. O Bahia começou o jogo em cima, é natural, com estádio cheio. Até jogadores que sabíamos que não tinham característica de marcação estavam marcando. Contra o Vasco a motivação é maior - disse.

Neste domingo o elenco ganhou folga e começa os preparativos para o duelo contra o Oeste nesta segunda-feira.