Eurico Miranda está confiante ainda em reverter a pena colocada para o zagueiro Rodrigo

Eurico Miranda parou de ver o jogo do Vasco contra o CRB antes do seu fim (Foto: Armando Paiva / AGIF)

LANCE!
16/10/2016
20:20
Rio de Janeiro (RJ)

A atuação abaixo da média do Vasco na derrota para o CRB, por 2 a 1, deixou insatisfeito o presidente Eurico Miranda. Ele fechou a janela de sua sala, que dá visão para o campo, antes do fim do jogo. O técnico Jorginho minimizou a questão e disse que o mandatário cruz-maltino ficou apenas decepcionado, como todos no clube com a derrota.

– Acho que o que ele está sentindo é o que estamos sentindo. Decepção pela atuação apagada, sem brilhantismo. Até por tudo que ele tem feito, a postura de homem, de chegar e assumir as coisas, ele toma toda essa carga para ele – disse o técnico.

Apesar de reconhecer a insatisfação de Eurico, Jorginho garantiu que o presidente não foi ao vestiário depois da partida para dar bronca na equipe. Inclusive, o treinador garantiu que dificilmente o dirigente faz isso nas partidas do Cruz-Maltino.

Durante o jogo contra o CRB, Eurico foi alvo da revolta de parte da torcida do Vasco, que xingou o cartola e até pediu a sua saída do clube. O volante Diguinho foi outro alvo dos torcedores, que hostilizaram o volante e vaiavam todas as vezes que ele encostava na bola.